sexta-feira, 19 abril 2024 - 8:26
spot_img

Acre apresenta redução de 88% de focos de calor nas primeiras duas semanas de novembro

Apesar da estiagem prolongada este, o Acre apresentou diminuição nos focos de calor nas duas primeiras semanas de novembro.

Conforme boletim divulgado pelo governo do estado, no período de 1º a 15 de novembro deste ano, o Acre registrou 108 focos de calor, o que representa uma redução de 88% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o número registrado foi de 896 focos.

Se o comparativo for feito durante todo o ano, os números também são positivos, já que no período de 8 de janeiro a 15 de novembro de 2022, o número de focos de calor no Acre foi de 11.804, sendo que em 2023, no mesmo período, foi de 6.506, apresentando uma redução de 45%.

Os dados fazem parte do boletim da seca divulgado pelo governo acreano, que teve reconhecido no dia 16 de outubro, em portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU), a situação de emergência em todos os 22 municípios do Estado do Acre, devido à seca. Antes, um decreto estadual publicado no dia 6 de outubro já declarava situação de emergência devido à iminente possibilidade de desabastecimento no sistema de água do estado.

Previsão do tempo

De acordo com o Centro Integrado de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental (Cigma), órgão ligado à Secretaria do Meio Ambiente (Sema), com dados baseados no Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a previsão do tempo para a Região Norte, são previstas chuvas em forma de pancadas, durante a semana, com valores maiores que 50 milímetros (mm) no Acre e no oeste e sul do Amazonas.

Com menores acumulados em áreas pontuais de Rondônia, Pará e Tocantins devido ao calor e alta umidade. Nas demais áreas, haverá predomínio de tempo seco e sem chuvas entre dos dias 13/11 a 20/11/2023.

Regional do Alto Acre

Previsão é de tempo com muitas nuvens e pancadas de chuvas e trovoadas isoladas nesta quinta-feira (16/11), e nos dias 17 e 18 a previsão segue a mesma tendência. As temperaturas devem variar com mínimas de 23ºC a máximas de até 39°C. A umidade relativa do ar prevista será de 30% a 100% nos municípios de Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri.

Região do Baixo Acre

Previsão é de tempo com muitas nuvens e pancadas de chuvas isoladas nesta quinta-feira e sexta-feira (16 e 17/11), e nos dias 18 e 19 a previsão segue a mesma tendência. As temperaturas devem variar com mínimas de 24ºC a máximas de até 40°C. A umidade relativa do ar prevista será de 30% a 100% nos municípios de Capixaba, Rio Branco, Bujari, Porto Acre, Plácido de Castro, Senador Guiomard e Acrelândia.

Regional do Purus

Previsão é de tempo com muitas nuvens e pancadas de chuvas isoladas nesta quinta-feira e sexta-feira (16 e 17/11), e nos dias 18 e 19 a previsão segue a mesma tendência de previsão de céu Nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. As temperaturas devem variar de mínimas de 23ºC a máximas de até 40°C. A umidade relativa do ar prevista será de 30% a100% para os municípios de Sena Madureira, Manoel Urbano e Santa Rosa do Purus.

Região de Tarauacá-Envira

Previsão é de tempo com muitas nuvens e pancadas de chuvas isoladas nesta quinta-feira e sexta-feira (16 e 17/11), e nos dias 18 e 19 a previsão segue a mesma tendência de previsão de céu Nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. As temperaturas devem variar de mínimas de 23ºC a máximas de até 39°C. A umidade relativa do ar prevista será de 30% a 100% para os municípios de Tarauacá, Feijó e Jordão.

Regional do Juruá

Previsão é de tempo com muitas nuvens e pancadas de chuvas isoladas nesta quinta-feira e sexta-feira (16 e 17/11), e nos dias 18 e 19 a previsão segue a mesma tendência de previsão de céu Nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. As temperaturas devem variar de mínimas de 23ºC a máximas de até 37°C.A umidade relativa do ar prevista será de 40% a 100% para os municípios de Cruzeiro do Sul, Porto Walter, Rodrigues Alves, Marechal Thaumaturgo e Mâncio Lima.

Nível dos principais rios

Em Assis Brasil, no decorrer da semana, o manancial apresentou uma dinâmica de elevação e redução. Assis Brasil registrou o nível de 3, (14/11) e na cota de hoje (16/11) registrou 2,87 m, uma redução de 0,15 cm. Em Brasiléia, o rio registrou o nível de 0,95 m (14/11) e na cota de hoje (16/11) registrou 0,98 m, uma elevação de 0,03 cm.

O Riozinho da Rola, afluente do Rio acre, apresentou uma dinâmica de elevação no decorrer da semana. Registrou o nível de 0,90 m (11/11) e na cota de hoje (16/11) registrou 1,12 m, uma elevação de 0,22 cm.

O Rio Iaco apresentou uma dinâmica de redução em Sena Madureira. Registrou o nível de 1,39 m (11/11) e na cota de hoje (16/11) registrou 1,09 m, uma redução de 0,20 cm.

O Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul, apresentou uma dinâmica de redução. Registrou o nível de 5,46 m (11/11) e na cota de hoje (16/11) registrou 4,93 m, uma redução de 0,53 cm.

O Rio Envira, em Feijó, apresentou uma dinâmica de elevação e redução no decorrer da semana. Registrou o nível de 4,47 m (11/11) e na cota de hoje (16/11) registrou 4,17 m, uma redução de 0,30 cm.

Veja os níveis nesta quinta-feira, 16

Rio Acre (Rio Branco): 1,59 m

Rio Acre (Assis Brasil): 2,87 m

Rio Acre (Brasileia): 0,98 m

Riozinho do Rola (Rio Branco): 1,12 m

Rio Juruá (Cruzeiro do Sul): 4,83 m

Rio Iaco (Sena Madureira): 1,09 m

Rio Envira (Feijó): 4,17 m

Focos de calor

No período de 8 de janeiro a 15 de novembro de 2022, o número de focos de calor no Acre foi de 11.804, sendo que em 2023, no mesmo período, foi de 6.506, apresentando uma redução de 45%.

No período de 1 a 15 de novembro de 2022, o número nos focos de calor no Acre, foi de 896, sendo que em 2023, no mesmo período, foi de 108, apresentando uma redução de 88%.

Total de incêndios combatidos

O Corpo de Bombeiros combateu, no período de 9 a 15 de novembro, 76 incêndios, sendo 49 na capital e 27 no interior do estado.

Abastecimento de água

O Serviço de Água e Esgoto do Estado do Acre (Saneacre) informou que há, no município de Epitaciolândia, um estado de racionamento com intermitência de seis dias para cada regional de abastecimento. Três caminhões pipas auxiliam no abastecimento de escolas e outras instituições públicas.

Em Acrelândia, o açude usado para a captação de água está ao nível de alerta.

Nos demais municípios o abastecimento é considerado estável.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO