sábado, 25 maio 2024 - 10:09
spot_img

Acre registrou 4,5 mil empregos com carteira assinada em 2023

O Acre terminou o ano de 2023 com um saldo de 4.562 empregos com carteira assinada. Ao longo dos 12 meses, foram 50,7 mil admissões e 46,1 mil desligamentos. Os dados do Novo Caged foram atualizados nesta terça-feira, 30, pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

O resultado foi positivo nos cinco setores da economia acreana avaliados pelo Novo Caged. O saldo foi de 2.327 em Serviços, 742 vagas em Comércio, 673 na Indústria, 639 no Construção e 181 na Agropecuária.

Na divisão por municípios, Rio Branco foi a cidade que mais gerou oportunidades de emprego formal no estado em 2023. O saldo foi de 3.622 vagas com carteira assinada na capital acreana. Na sequência aparecem Senador Guiomard (348), Epitaciolândia (207), Tarauacá (137) e Porto Acre (111).

No estado, os novos postos de trabalho foram ocupados, em sua maioria, por pessoas do sexo masculino (+2.871). Acreanos com ensino médio completo foram os principais atendidos (+4.380) com as vagas. Jovens entre 18 e 24 anos também são o grupo com maior saldo de vagas: 3.944.

SAZONAL — Em dezembro, mês que sazonalmente é de mais demissões do que contratações, houve 3,4 mil admissões e 3,8 mil desligamentos no Acre, um saldo negativo de 364 vagas.

NACIONAL — No país como um todo, o saldo de empregos formais foi de 1,48 milhão de vagas com carteira assinada em 2023, resultado de 23,2 milhões de admissões e de 21,7 milhões de desligamentos.

O saldo positivo foi registrado nas cinco regiões e nas 27 unidades federativas, segundo os dados do Novo Caged (confira infográfico). A região com maior número de empregos gerados foi a Sudeste, com saldo de 726,3 mil vagas criadas ao longo do ano.

É também no Sudeste que estão os três estados com maior número de vagas com carteira assinada geradas no ano. São Paulo terminou 2023 com saldo de 390,7 mil vagas, seguido por Rio de Janeiro (160,5 mil) e Minas Gerais (140,8 mil).

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO