sexta-feira, 23 fevereiro 2024 - 18:03
spot_img

Acusado de racismo contra delegado é solto em audiência de custódia

O senhor R. L. R de 69 anos, foi indiciado na manhã desta terça-feira, 03, pelo crime de racismo cometido contra o Delegado Samuel Mendes, titular da Delegacia da 2ª Regional, localizada no bairro Cidade do Povo. Segundo o Delegado de Polícia Civil, o homem foi preso em flagrante depois de lhe ofender em um atendimento na delegacia.

Nesta quarta-feira (04) durante audiência de custódia, a juíza Andrea Brito, da Vara de Plantão, determinou que ele fosse solto. A magistrada seguiu o entendimento do Ministério Público, que se manifestou pela liberdade provisória. A juíza determinou ainda que mensalmente o acusado terá que comparecer ao Centro Integrado de Alternativas Penais do Tribunal de Justiça.

Na ocasião da prisão do idoso, o delegado de Polícia Civil, Samuel Mendes, atendeu a ocorrência de um senhor na delegacia e quando o encaminhou até o seu gabinete, se identificou como delegado titular.

O autor não quis entrar na sala e quando o viu, questionou “cadê o delegado?” em resposta, o Delegado Samuel respondeu: ‘‘Eu sou o delegado.’’ O senhor de 69 anos, insistiu e perguntou “cadê o delegado branco?’’, o delegado titular reafirmou que iria atende-lo e novamente o mesmo insistiu na pergunta ‘‘ Não! Eu quero ser atendido por um delegado branco. ’’

O Delegado então conduziu o homem até o gabinete do outro Delegado de plantão e o apresentou como o delegado branco.

O senhor justificou que não tinha intenção de destratar ninguém, que é evangélico, que não fazia isso e nesse momento o delegado se retirou da sala e retornou com os policiais e deu voz de prisão em flagrante a R. L. R pelo crime de racismo, art.20 da Lei 7.716.

Assessoria de comunicação

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO