sábado, 22 junho 2024
spot_img

Alan Rick comemora volta do “Mais Médicos”, que mandava dinheiro para Cuba

O secretário de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde, Nésio Fernandes, afirmou que o programa Mais Médicos, instituído durante o governo de Dilma Rousseff (PT) e extinto no mandato de Jair Bolsonaro (PL), será retomado.

Tão logo a notícia foi divulgada nesta quarta-feira, o senador eleito pelo Acre, Alan Rick (UB) comemorou a volta do programa Mais Médicos em uma publicação nas suas redes sociais.

“É com alegria e grande expectativa que recebemos essa sinalização, porque a luta pelos médicos brasileiros formados no exterior sempre foi uma das principais bandeiras do nosso mandato”, declarou o senador em sua postagem. (veja baixo)

De acordo com o governo, nesta retomada do “Mais Médicos” a prioridade será para a contratação de profissionais brasileiros, e posterirormente serão contratados médicos formados no exterior.

O programa Mais Médicos foi criado em 2013 com a proposta de aumentar o número de profissionais para o atendimento, principalmente, em pequenas cidades do interior do país.

Os médicos vinham de diversos países, incluindo Cuba, cujos profissionais de lá abriam mão de quase todo o salário, e o dinheiro do salário deles era enviado para aquele país pelo governo Brasileiro.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO