sábado, 20 julho 2024

Amazonas é que mais mata pessoas trans na região Norte, aponta dossiê da Antra

O Amazonas está há seis anos entre os 10 estados brasileiros que mais matam pessoas transexuais, de acordo com o Dossiê Assassinatos e Violências Contra Travestis e Transexuais Brasileiras, publicado neste ano pela Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra).

De 2017 até 2023, no AM foram registradas 38 mortes, o que coloca o estado na nona posição nacional. São Paulo  encabeça a lista com 135 assassinatos.

O Amazonas lidera o ranking da região Norte, onde mais morreram pessoas trans no ano passado: com sete mortes. Seguido do Pará, com quatro mortes; Roraima, com duas mortes; Amapá, uma morte; o estado acreano não contabilizou mortes de pessoas trans.

No ranking nacional, o estado está na oitava posição. No relatório consta que em 2023, pelo menos 57% dos assassinatos foram direcionados contra travestis e mulheres trans que atuam como profissionais do sexo.

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO