domingo, 14 abril 2024 - 6:15
spot_img

Após mais de dois dias, detentos encerram greve de fome em presídio de Rio Branco

Detentos iniciaram greve de fome na segunda-feira (2) e finalizaram nesta quarta (4) — Foto: Asscom/Iapen

Após mais de dois dias em greve de fome, detentos do Complexo Penitenciário Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco, encerraram o protesto na noite desta quarta-feira (4). A informação foi confirmada à reportagem pela assessoria do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen).

Os presos estavam protestando por várias demandas, como melhorias na alimentação, no atendimento de saúde e para alteração dos dias de visita para o fim de semana. Pelo menos 733 detentos estariam envolvidos.

O Iapen disse, no dia em que o movimento teve início no presídio, que o diálogo estava sendo estabelecido com as famílias dos presos, que também fizeram reivindicações ao instituto.

Já na noite de quarta, os detentos já receberam a janta normalmente, encerrando o protesto.

Reivindicações

De acordo com o Iapen, as famílias reclamavam que a alimentação fornecida aos detentos estavam sendo inferior ao que eles têm direito, e que a empresa contratada pela entrega dos alimentos foi notificada para que cumpra o que é previsto na licitação, que são 150 gramas de proteína nas refeições.

Sobre reclamações em relação aos atendimentos de saúde, o Iapen se pronunciou, em site oficial do governo, que os detentos seguem recebendo atendimento dentro das unidades, e que quando necessário, são levados para atendimento externo.

Quanto aos pedidos de alteração nos dias de visita, o Iapen havia ressaltado que a questão é complexa e que qualquer mudança no calendário precisa ser discutida de maneira prévia para garantir a segurança de policiais penais, famílias e detentos.

G1 AC

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO