sexta-feira, 24 maio 2024 - 18:41
spot_img

Aulas nas escolas estaduais serão suspensas nesta quinta devido à paralisação de trabalhadores da Educação

Trabalhadores da rede estadual de Educação cruzam os braços nesta quinta-feira, 18, em protesto contra a política salarial do governo para a categoria.

Eles pleiteiam reajuste de 3,62% na remuneração, com base no piso nacional do magistério, e a volta do aumento de 10% a cada “puladinha” de letra na carreira – esse percentual, hoje, é de 7%.

Participam da paralisação professores e servidores administrativos. Devido ao movimento, as aulas foram suspensas em diversas escolas estaduais.

Os profissionais brigam, ainda, por melhorias nas condições de trabalho, como infraestrutura adequada nas unidades de ensino e recursos pedagógicos suficientes.

Às 8h30, está marcado um ato em frente ao Palácio Rio Branco, no Centro da cidade, que deve contar, também, com a participação de aposentados.

A paralisação acontece em meio a negociações com a equipe econômica do governo e com a Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE).

Nesta terça, 16, a pasta propôs um aumento de 1,2% por ano, até 2026, totalizando os 3,62% pleiteados, mas a categoria quer o reajuste de forma imediata. Uma greve por tempo indeterminado não está descartada.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO