quarta-feira, 17 julho 2024

Bocalom assina ordem de serviço para construção de sede da Câmara Municipal de Rio Branco

Orçamento total da primeira etapa é de mais de 11 milhões de reais (Foto: Val Fernandes/Assecom)

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, assinou a ordem de serviço para a construção da nova sede da Câmara Municipal de Rio Branco, na manhã desta terça-feira (31).

O orçamento total da primeira etapa da obra é de mais de 11 milhões de reais (R$ 11.374.732,60), sendo mais de 10 milhões (10.374.732,60) de recurso próprio, além de 500 mil reais de emenda parlamentar do senador Sérgio Petecão, e os outros 500 mil reais de emenda parlamentar da então senadora Mailza Gomes.

Raimundo: “É um grande momento para o município” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

Segundo o presidente da casa, vereador Raimundo Neném, a construção da nova sede é a concretização de um sonho e simboliza um avanço para a capital, tendo em vista que serão economizados mais de 2 milhões de reais em aluguel para os cofres públicos.

“Na verdade, é um sonho. É algo histórico para o município de Rio Branco, de fato e direito, para os vereadores acomodarem a imprensa e as pessoas que vão assistir os debates, esse é um grande momento para o município”, disse o presidente.

Cid: “É um aquecimento muito bom para a Capital” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

De acordo com o secretário municipal de Infraestrutura (Seinfra), Cid Ferreira, a previsão para a entrega da primeira fase da Câmara é de 12 meses e que a documentação para a segunda etapa já foi encaminhada para a licitação. O secretário aproveitou para ressaltar que as obras que estão acontecendo na capital vêm em um importante momento para beneficiar a população e aquecer a economia local.

“São tintas, tijolos, cimento e areia, tudo comprado no mercado local. É um aquecimento muito bom para a nossa cidade, além das outras obras que serão iniciadas em nossa capital”, disse.

Tião Bocalom: “A marca da nossa gestão é gastar bem o dinheiro público” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

Para o prefeito Tião Bocalom, esse é um momento de bastante alegria, pois são mais de décadas a espera dessa obra. De acordo com o gestor, a ideia inicial era realizar apenas a primeira fase da obra, mas com a economia realizada pela gestão, até o fim de seu mandato, as duas fases estarão concluídas.

“Quando gastamos bem o dinheiro público e não deixamos sair pelo ralo, pode ter certeza que o acontece é isso: uma obra completa. Foi a partir da economia na Prefeitura e na Câmara que possibilitamos isso. Então essa é a marca da nossa gestão, gastar bem o dinheiro público, para sobrar e fazer muito mais”, enfatizou.

spot_img

Notícias relacionadas :

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO