domingo, 19 maio 2024 - 13:14
spot_img

Casos de covid caem 80% na última semana de março ante início do mês

Brasil teve 14.082 novos contágios de 23 a 30 de março; na 1ª semana do mês, infecções chegaram a 70.572.

O Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) informou nesta 5ª feira (4.abr.2024) que foram contabilizados 14.082 novos casos de covid na última semana epidemiológica (23-30.mar.2024). O número representa uma queda de 80% em relação ao começo do mês, quando foram registrados 70.572 casos.

Nesta semana epidemiológica (13ª), foram 131 mortes em decorrência da doença. Ao todo, são 711.380 mortos no Brasil desde o início da pandemia, em 2020. No total, 38.743.918 diagnósticos de covid foram confirmados no período.

Sob o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o Ministério da Saúde parou de publicar o boletim diário com a quantidade de casos e mortes. Agora, os dados são divulgados semanalmente –divididos por semanas epidemiológicas. A decisão foi tomada em fevereiro de 2023. O motivo: a alteração na periodicidade “otimiza” o trabalho das equipes de vigilância nas unidades da Federação e “não há mais motivo para notificação diária”, segundo o Conass.

A última semana contabilizada, que terminou em 30 de março, foi a 19ª com o menor número de contágios desde o início da pandemia. A mais recente onda (pico de casos e mortes pela doença) foi registrada em fevereiro de 2022, quando o total na semana ultrapassou 6.000 mortes.

MORTES PROPORCIONAIS

O Brasil registra 3.502 mortes por milhão. Dentre as unidades da Federação, a pior situação é a do Rio de Janeiro, com 4.860 vítimas por milhão. As taxas consideram o número de mortes confirmadas pelo Conass e a população do Censo Demográfico 2022 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em cada unidade da Federação.

RANKING MUNDIAL

O Brasil ocupa a 16ª posição do ranking mundial de mortes proporcionais pela covid. A lista é liderada pelo Peru, com 6.486 mortes por milhão. É seguido por Bulgária (5.706), Bósnia e Herzegovina (5.068) e Hungria (4.921).

Os Estados Unidos lideram em número absoluto de mortos pela doença. Ao todo, foram registradas 1.182.424 mortes por covid no país desde fevereiro de 2020, segundo dados do Our World in Data, com dados atualizados até 3 de março de 2024.

O ranking de mortes proporcionais (abaixo) deve ser lido com cautela, já que há alta subnotificação das mortes pela doença e, em alguns países, a subnotificação é maior do que em outros.

Estudo publicado na revista Lancet em 2022 mostra que, embora a contagem oficial dos países mostrasse 6 milhões de mortes, a estimativa mais precisa é de que 18 milhões de vidas foram retiradas pela covid-19 em 2020 e 2021.

A Índia, por exemplo, é conhecida pela sua subnotificação. A contagem do Our World in Data mostra 533.521 mortos até 17 de março de 2024. O estudo da Lancet, porém, estima que mais de 4 milhões tenham morrido no país.

A China é outro país para o qual não se confia nos dados, assim como Indonésia, Rússia e a maioria dos países da África.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO