sexta-feira, 19 abril 2024 - 8:25
spot_img

CGE quer criar “auditoria ambiental” para frear desmatamento no Acre

Na última sexta-feira, 28, o controlador-geral do Estado do Acre, Luís Almir Brandão, participou de uma visita técnica ao controlador de Rondônia, Francisco Lopes Fernandes Netto, que está à frente da Controladoria-Geral do Estado (CGE) de Rondônia, com objetivo de solicitar apoio acerca da implantação de uma Auditoria Ambiental no Acre.

Controlador-Geral do Estado do Acre, Luís Almir Brandão, participou de uma visita técnica ao Controlador de Rondônia, Francisco Lopes Fernandes Netto. Foto: cedida

O projeto e o plano de Auditoria Ambiental, que o controlador Francisco Lopes Fernandes Netto cedeu para a Controladoria-Geral do Estado (CGE) do Acre, servirá para o desenvolvimento das atividades, tais como a implantação e elaboração de um plano estratégico, com objetivo de fornecer elementos para que os órgãos de controle interno fortaleçam a atuação junto ao Instituto de Meio Ambiente do Acre (IMAC) e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas (Semapi), responsáveis pela gestão florestal e de unidades de conservação dos dados ambientais.

Francisco Lopes Fernandes Netto é controlador-geral do Estado de Rondônia desde 2016 e vice-presidente do Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci), possui amplo conhecimento no assunto de Auditoria Ambiental, sendo autoridade no assunto, atuando no aperfeiçoamento dos sistemas de Rondônia. Sendo um dos palestrantes confirmados no evento promovido pela CGE/AC, “2º Encontro de Controle Interno” do Estado do Acre, que vai acontecer nos próximos dias, 18 e 19 de maio, na Biblioteca Estadual Adonay Barbosa, em Rio Branco.

Durante a reunião o Controlador, Luís Almir Brandão, afirma que a implantação da Auditoria atende ao Planejamento Estratégico do governo do Estado. Foto: cedida

“A implantação é muito importante, já que ela fica responsável pela avaliação das informações, além da coleta de dados, tudo com o intuito de garantir a conformidade ambiental, o aperfeiçoamento dos sistemas de gestão e a proteção da instituição com relação às suas responsabilidades ambientais. Além de também atender o Planejamento Estratégico do Governo do Estado, tendo como uma das principais referências a prevenção e o combate ao desmatamento ilegal”, comentou o controlador, Luís Almir Brandão.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO