domingo, 14 julho 2024

Condenação de Trump teve “fins políticos”, diz Musk

O ex-presidente dos Estados Unidos foi condenado na 5ª feira pelo Tribunal de Nova York por falsificar registros comerciais. Foi considerado culpado nas 34 acusações apresentadas contra ele, que envolvem o encobrimento de um pagamento feito à atriz pornô Stormy Daniels durante a campanha eleitoral, que o levou à Presidência em 2016, para que ela não divulgasse um caso extraconjugal entre eles.

O republicano se tornou o 1º presidente na história dos EUA a ser condenado por um crime.

Na manhã desta 6ª feira, as ações da Trump Media & Technology Group, controladora da rede social Truth Social, caíram 4%.

A queda equivale a um declínio de US$ 290 milhões no valor das ações de Trump. Com isso, o ex-presidente foi de 334ª a 354ª pessoa mais rica do mundo. O cálculo é da revista Forbes.

ENTENDA O CASO

O 1º julgamento criminal contra o ex-presidente dos Estados Unidos teve início em 15 de abril. Trump foi indiciado em 30 de março de 2023 pelo promotor do distrito de Manhattan, Alvin Bragg. No documento, constam 34 acusações contra Trump por “falsificação de registros comerciais em 1º grau”.

O republicano foi acusado de manipular registros internos de sua empresa, a Trump Organization (Organização Trump) para encobrir os pagamentos feitos a seu advogado, Michael Cohen, que agiu na ocultação de um suposto caso extraconjugal do ex-presidente com a atriz pornô Stormy Daniels.

Cohen efetuou um pagamento de US$ 130 mil a Daniels em outubro de 2016. Posteriormente, enquanto chefiava a Casa Branca, Trump reembolsou Cohen em uma série de pagamentos parcelados processados por meio de sua própria empresa. Essa manobra teria como objetivo evitar um possível escândalo sexual nas semanas finais de sua campanha presidencial.

Durante o julgamento, Cohen afirmou que o republicano aprovou o pagamento à atriz pornô. Também admitiu ter roubado a Trump Organization por estar descontente ao ter perdido o bônus anual da empresa depois de ter enviado os US$ 130 mil a Daniels. O advogado disse ter desviado da Trump Organization US$ 30.000 de um pagamento de US$ 50.000 que deveria ser realizado para uma empresa de tecnologia.

spot_img

Notícias relacionadas :

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO