sábado, 20 abril 2024 - 21:34
spot_img

Conselho Nacional do Ministério Público premia projeto de iniciativa do MPAC

O Observatório de Análise Criminal, projeto desenvolvido pelo Núcleo de Apoio Técnico (NAT), do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), conquistou o terceiro lugar na categoria “Investigação e inteligência” na 11ª edição do Prêmio do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). A cerimônia foi realizada na tarde desta terça-feira, 28, em Brasília.

O Observatório de Análise Criminal produz mensalmente relatórios com os indicadores de violência. Esses informativos apontam o quantitativo de roubos e de Mortes Violentas Intencionais (MVI) no estado, atuando na produção de conhecimento para tomada de decisões em áreas que envolvem segurança pública, estudos sobre a região de fronteira, tráfico de drogas, feminicídios, entre outros.

O procurador-geral de Justiça, Danilo Lovisaro do Nascimento, e a coordenadora do NAT, promotora de Justiça Marcela Cristina Ozório, participaram da cerimônia e receberam o prêmio, entregue pelo corregedor nacional do Ministério Público, Oswaldo D´Albuquerque Lima Neto, juntamente com o conselheiro do CNMP, Moacyr Rey Filho.

Lovisaro destacou que a premiação, além de um importante reconhecimento, é um estímulo adicional para que o Ministério Público acreano continue avançando no aprimoramento de sua atuação, por meio de iniciativas inovadoras. “Esta premiação representa um reconhecimento significativo ao MPAC e ao impacto positivo gerado pelas iniciativas de nossa instituição na sociedade”, disse o procurador-geral.

A coordenadora do NAT, promotora Marcela Cristina Ozório, ressaltou a importância do reconhecimento e falou sobre as ações executadas pelo Observatório. “No Observatório, produzimos conhecimento para subsidiar a tomada de decisões, não apenas do Ministério Público, como de toda a área de Segurança Pública e a comunidade jurídica”, afirmou.

Com o objetivo principal de reconhecer práticas bem-sucedidas no Ministério Público brasileiro, o Prêmio CNMP destaca projetos alinhados ao Mapa Estratégico Nacional e que contribuem para a melhoria da eficiência institucional e dos serviços prestados à sociedade. Nesta edição, mais de 580 iniciativas de todo o Brasil foram habilitadas para participar.

Com informações da Agência de Notícias do MPAC.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO