sexta-feira, 19 abril 2024 - 6:21
spot_img

Construção de ponte entre bairros Quinze e Aeroporto Velho é autorizada pelo Governo Federal

Com 200 metros de extensão e custo de R$ 66,4 milhões. Esse é o projeto de uma nova ponte sobre o Rio Acre na capital acreana, Rio Branco, que teve a construção autorizada pelo Governo Federal. Segundo o governo do Acre, a ponte vai interligar os bairros Quinze e Aeroporto Velho, e irá contribuir para o fluxo de trânsito entre o Segundo Distrito e a Baixada da Sobral.

A portaria nº 5.268, de 12 de setembro de 2023, foi publicada pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos no Diário Oficial da União (DOU) dessa quinta-feira (14), e diz que a obra será localizada em uma área com 5.786,87 m².

A obra será executada pela Secretaria de Habitação e Urbanismo (Sehurb), e deve ser concluída em dois anos a partir da assinatura da ordem de serviço. O governador Gladson Cameli ressaltou que além de melhorar o trânsito, a construção vai gerar empregos.

“Melhorar a malha viária da nossa capital é essencial. Por meio de obras dessa envergadura, buscamos cuidar das pessoas. Além de desafogar o trânsito de Rio Branco, vamos gerar postos de emprego direto durante a execução da obra, garantindo renda para a população”, salientou o governador Gladson Cameli.

Ponte Metálica

Após mais de um mês da interdição da Ponte Juscelino Kubitschek, a Ponte Metálica, em Rio Branco, o Departamento de Estradas de Rodagens do Acre (Deracre) apresentou nessa terça-feira (12) o projeto de manutenção da estrutura.

Conforme o órgão, a ideia é que a obra seja feita no formato emergencial, tendo em vista a necessidade do fluxo de trânsito do Centro da capital do Acre. Até a conclusão, a ponte segue interditada. A previsão é que o extrato de contrato do projeto seja publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) na próxima segunda-feira (18).

O projeto de manutenção tem um orçamento estimado em R$ 3 milhões. Segundo o Deracre, a mobilização de trabalhadores para execução dos serviços deve ocorrer em três semanas, com prazo máximo de conclusão dos trabalhos em quatro meses.

A ponte foi interditada após o equipes do Deracre identificarem corrosão e desgaste em alguns pontos da estrutura durante avaliação, que comprometem a estrutura e estabilidade. Construída há mais de meio século, a ponte liga o 1º e 2º Distrito de Rio Branco e está fechada desde o dia 22 de julho para revitalização.

No dia mesmo dia da interdição, uma ordem de serviço foi dada para que os projetos de manutenção e recuperação fossem feitos. Com a entrega do projeto, o documento vai ser enviado à Procuradoria-Geral do estado para ver a possibilidade de fazer de forma emergencial.

G1 ACRE

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO