terça-feira, 27 fevereiro 2024 - 18:36
spot_img

Construção do elevado em Rio Branco promete aliviar o trânsito na avenida Dias Martins

(Foto: Val Fernandes/Assecom)

Rio Branco está prestes a receber importante obra de infraestrutura que deverá aliviar o tráfego intenso na avenida Dias Martins. A Prefeitura de Rio Branco decidiu investir na construção de um elevado, estrutura que promete revolucionar o trânsito na região. Nesta sexta-feira (29), o prefeito Tião Bocalom deu início à ordem de serviço para o início da obra. A expectativa é que o projeto seja concluído em oito meses, trazendo alívio aos motoristas e pedestres.

“Cidade moderna tem viadutos” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

Com o crescimento populacional e o aumento no número de veículos circulando pela cidade, a Dias Martins, no trecho próximo às universidades, se tornou um dos principais pontos de congestionamento de Rio Branco. O tráfego lento e caótico tem impactado negativamente a qualidade de vida dos cidadãos, além de prejudicar a fluidez do transporte público e o deslocamento de mercadorias.

“Cidade moderna tem viadutos e prédios. Então a gente já está iniciando o primeiro viaduto agora, que é esse daqui do Araújo Mix, próximo à Uninorte. Esse viaduto vai desafogar muito essa região aqui, todo mundo sabe do horário de pico tanto pela manhã como à noite e o outro viaduto vai ser ali na AABB”, explica o prefeito Tião Bocalom.

Adem: “Vai ser muito importante para economia” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

Além de proporcionar maior fluidez ao trânsito, o elevado também irá garantir mais segurança aos usuários da via. Com a redução dos congestionamentos e a organização do fluxo de veículos, acidentes e incidentes serão minimizados, contribuindo para um tráfego mais seguro e tranquilo.

Para o empresário Adem Araújo, presidente da rede de supermercados Arasuper, a fluidez no trânsito também vai impactar os negócios às margens da via. “Além da questão do fluxo, fazer com que vá fluir melhor após a obra, tem a questão do investimento no primeiro momento que vai circular recursos e, na situação que o estado do Acre se encontra hoje, uma obra dessa vai ser muito importante para nossa economia. São sete a oito meses com um investimento que vai ajudar muitas famílias a melhorar as suas rendas”, aponta o empresário.

Teófill: “A obra não tem muita complexidade” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

O engenheiro responsável pelo serviço diz que as obras podem gerar transtornos temporários aos moradores e comerciantes da região. A Prefeitura, por meio da RBtrans, se compromete a minimizar esses impactos, adotando medidas como sinalização adequada, orientação aos motoristas e divulgação prévia das interdições necessárias. O plano de rota do tráfego para o local será apresentado e divulgado à população.

“A gente vai montar o canteiro de obra, está em busca já de terrenos aqui próximo. O prazo de execução é de oito meses. É uma obra que não tem muita complexidade. A maior complexidade dela é a questão de a gente estar trabalhando no meio de uma via estruturada que está em funcionamento”, explica o engenheiro Teófilo Lessa.

O prefeito disse, que pela relevância da obra, ela será um marco na capital acreana. “Quantos minutos as pessoas vão deixar de perder nas suas vidas todos os dias? Alguém que perde aqui dez minutos, uma semana inteira perdeu praticamente uma hora. No final de um mês, perdeu quatro, cinco horas. Quanto custa quatro, cinco horas de trabalho? Quanto custa quatro, cinco horas um carro parado sem sair do lugar gastando combustível? Então, tudo isso tem que botar na conta, e um elevado desse aqui vai resolver esse problema”, disse o prefeito.

Para o serralheiro Marfaro Cavalcante a obra vai trazer benefícios: “Isso vai ser uma boa pra gente aqui, porque cinco da manhã e à noite aqui meu irmão é terrível, então vai melhorar cem por cento aqui”.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO