domingo, 14 julho 2024

Criança de 2 anos morre com suspeita de febre amarela no interior do Acre

O menino Italo Natan, de 2 anos, morreu nesta quinta-feira, 14, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul, com suspeita de febre-amarela. Contudo, o resultado do exame para comprovar ou não a doença, será enviado pelo Instituto Evandro Chagas, em Belém do Pará, e só deve ficar pronto em 20 ou 30 dias.

A morte se deu por encefalopatia hepática grave pelo quadro de insuficiência hepática fulminante.

O menino morava em uma comunidade ribeirinha do município de Guajará, no Amazonas e esteve internado no Hospital Municipal até ser levado para o Hospital em Cruzeiro do Sul nesse último final de semana.

O médico pediatra Rondney Brito, que atendeu a criança, conta que ele chegou à unidade hospitalar de Cruzeiro do Sul com um quadro muito grave. Estava com o fígado maior que o tamanho normal, febre, com a pele, a urina e os olhos extremamente amarelos.

“Eu nunca tinha visto um quadro como o dele e com a evolução que teve. As enzimas hepáticas dele, o TGO, estava em 3.800, sendo que o normal é de 40″, relata o médico, citando que a criança não era imunizada contra a febre-amarela.

“Ele morava em uma comunidade ribeirinha, com consumo de água do rio, em área de mata e sem histórico de vacinação. Junto com os sintomas da criança, a hipótese diagnóstica é para leptospirose, hepatite e febre-amarela. O exame fica pronto em 20 a 30 dias”, concluiu.

Com informações Ac24Horas

spot_img

Notícias relacionadas :

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO