quinta-feira, 13 junho 2024 - 6:26
spot_img

Em reunião com prefeitos Petecão diz que prioridade é “socorrer as famílias e garantir que a BR364 nao feche”

Durante reunião ocorrida ontem no Senado Federal com os prefeitos acreanos, o senador Sérgio Petecão (PSD/AC) destacou que milhares de famílias foram atingidas pela enchente e precisam urgentemente de mais ajuda do governo federal.

Petecão afirmou que a visita de dois ministros do governo Lula ao Acre é fundamental e que é necessário mais apoio. O parlamentar já acionou o Ministro do Desenvolvimento Social para que envie sacolões e material de higiene pessoal às pessoas vitimadas pelas chuvas.

“Tenho duas prioridades: socorrer as famílias vítimas das alagações ocasionadas pelas cheias no Acre e trabalhar para garantir que a BR-364 não feche e isole o Juruá”, afirmou Petecão.

BR364

Na manhã desta quinta-feira (30), o senador Sérgio Petecão reuniu-se com o diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Fabrício Galvão, para tratar da situação da BR-364 e da construção da ponte do Juruá.

De acordo com Petecão, a BR-364, no trecho que liga a capital acreana a Cruzeiro do Sul, está em estado crítico e corre sério risco de ser fechada caso não ocorra uma intervenção emergencial do governo federal.

O parlamentar também questionou os diferentes valores divulgados sobre os recursos disponíveis para a recuperação da BR-364, destacando que, segundo informações locais, são R$ 600 milhões, enquanto o ministério informa apenas R$ 290 milhões.

O diretor do DNIT esclareceu que a lei orçamentária prevê apenas os R$ 290 milhões, mas que o valor poderá ser aumentado caso as obras que ainda serão licitadas avancem consideravelmente este ano.

Além disso, o DNIT está buscando soluções para os oito pontos de emergência no trecho que podem vir a romper, incluindo a possibilidade de decretar situação de emergência e contratar diretamente uma empresa para a realização dos serviços.

Ponte de Rodrigues Alves

Na mesma reunião, Petecão também cobrou celeridade do DNIT na elaboração do anteprojeto da ponte de Rodrigues Alves. Segundo ele, a morosidade da gestão anterior fez com que o sonho da ponte fosse adiado.

A Lei Orçamentária já viabilizou R$ 41 milhões para o início da obra, e a bancada do Acre viabilizou R$ 12 milhões adicionais em 2022. No entanto, os recursos precisaram ser remanejados devido aos atrasos no anteprojeto.

“No Juruá, não teve uma roda de conversa em que o assunto principal não seja a ponte de Rodrigues Alves. A população não aguenta mais tanta espera. No ano passado, tivemos que sacrificar o sonho da população já que os prazos não foram respeitados pelo DNIT. Agora, não podemos perder”, afirmou Petecão.

Em resposta, o diretor do DNIT afirmou que o anteprojeto já está em fase final e que as obras da ponte de Rodrigues Alves poderão ser licitadas já no segundo semestre deste ano.
Para Petecão, a reunião no DNIT foi muito produtiva.

“Acredito que esta tenha sido uma das reuniões mais importantes que tivemos com o DNIT. Conseguimos esclarecer situações que estavam preocupando a todos. Espero que, nos próximos dias, os efeitos já fiquem evidentes, principalmente na recuperação da BR-364”, finalizou o parlamentar.

Estiveram presentes na reunião os senadores Márcio Bittar e Alan Rick, os deputados federais Socorro Neri, Roberto Duarte e Zezinho Barbary, os prefeitos representando o Juruá: Zequinha Lima, de Cruzeiro do Sul, e Jailson Amorim, de Rodrigues Alves, além dos vereadores Tiago Matos, Luciene Mesquita e Paula Paixão.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO