segunda-feira, 15 abril 2024 - 13:35
spot_img

Fundhacre segue realizando cirurgias ortopédicas e destaca cronograma para o próximo ano

O governo do Acre continua se empenhando para fortalecer ações que viabilizem melhorias, ampliação e celeridade no atendimento em saúde. Os avanços nos procedimentos cirúrgicos são reflexos dos investimentos para ampliar e melhorar a qualidade da saúde pública.

A Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre), em Rio Branco, é responsável por realizar cirurgias de média e alta complexidade, atendendo pacientes de todo o estado.

Mediante esse compromisso, o complexo hospitalar vem proporcionando, de forma assídua, procedimentos cirúrgicos na especialidade de cirurgia ortopédica. Atualmente, por dia, cerca de três pacientes passam pelos procedimentos de ortopedia no Centro Cirúrgico da Fundação. Somente neste ano, cerca de 780 cirurgias ortopédicas foram realizadas no hospital.

Cerca de 780 cirurgias ortopédicas foram realizadas este ano no hospital. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

Conforme o supervisor do Centro Cirúrgico e da Central de Material e Esterilização (CME) da Fundhacre, Marcio Sabino, o número de cirurgias vai ser ampliado no próximo ano.
“Estamos nos organizando para a aquisição de mais materiais por meio de processo licitatório. A previsão é que, na segunda quinzena de janeiro, a Fundhacre realize em torno de cem cirurgias ortopédicas por mês”, disse o supervisor.

Já Rodrigo Minuano, ortopedista e traumatologista, relata que a cirurgia ortopédica é um procedimento que tem o objetivo de corrigir doenças e deformidades dos ossos (fraturas e fissuras). Além disso, dependendo do procedimento cirúrgico, o material usado é muito caro, mesmo assim é custeado pela Fundhacre.
“Fazemos uso de materiais caros para atender os pacientes. Mesmo assim, conseguimos, ao longo desse ano, realizar uma quantidade de cirurgias elevada”.

Jovem de 22 anos, Rayane Ramos diz que se sente feliz em poder realizar mais uma cirurgia na Fundhacre. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

A jovem Rayane Ramos, 22 anos, moradora de Vista Alegre do Abunã, diz que se sente feliz em poder realizar sua cirurgia ortopédica no complexo hospitalar. “É gratificante poder realizar mais uma cirurgia que preciso aqui no hospital”, afirma a paciente.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO