domingo, 14 abril 2024 - 6:08
spot_img

Governo beneficia 768 famílias de Mâncio Lima com a entrega de títulos definitivos

No dia em que comemora 46 anos de emancipação política, Mâncio Lima foi contemplado com mais uma importante ação governamental. Desta vez, o Estado, por meio do Instituto de Terras do Acre (Iteracre), realizou, nesta terça-feira, 30, a entrega de 768 títulos definitivos para moradores da cidade mais ocidental do país. A solenidade contou com a participação do governador Gladson Cameli.

Nesta terça-feira, 30, o governo do Estado fez a entrega de 768 títulos definitivos em Mâncio Lima. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Aqui está mais uma prova de que, unidos, somos mais fortes. Em nome do governo do Estado, gostaria de agradecer o Tribunal de Justiça, a Prefeitura de Mâncio Lima, a Assembleia Legislativa e todos os nossos parceiros. Quase 800 famílias foram contempladas e vamos continuar ajudando a nossa população nos 22 municípios”, afirmou o governante.

A distribuição dos documentos de regularização fundiária faz parte do Programa Minha Terra de Papel Passado, do Iteracre, e beneficiou famílias dos bairros Centro, José Martins e São Vidal. O investimento público foi de R$ 4,9 milhões.

De acordo com o governador Gladson Cameli, a regularização fundiária é uma política pública de Estado. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Além de proporcionar cidadania, os títulos possibilitarão que as famílias tenham acesso aos programas de crédito imobiliário e contribuirão com a arrecadação do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e com a gestão ambiental urbana.

“O Programa Minha Terra de Papel Passado tem trazido dignidade para milhares de famílias. Nos próximos meses, entregaremos mais títulos definitivos em Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves e Rio Branco”, garantiu Gabriela Câmara, presidente da autarquia.

O Colégio São Francisco foi contemplado com a documentação. Graças à regularização, a unidade de ensino, que funciona há quase 50 anos no município, poderá receber recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para a construção de uma quadra poliesportiva no valor de R$ 500 mil.

Freira Maria Farias, gestora do Colégio São Francisco, comemora o recebimento do documento que possibilitará a construção da quadra poliesportiva da unidade de ensino. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Já tínhamos o recurso para construir a quadra, mas a liberação pelo FNDE depende da documentação da terra. Agora, em posse do título, vamos poder dar início a essa obra, que será muito importante para os nossos alunos”, comemorou a gestora do colégio, a freira Maria Farias.

Morador do Bairro São Vidal há oito anos, Raimundo Nonato dos Anjos também recebeu o título definitivo de sua propriedade. “Estou muito feliz por estar recebendo esse documento e agora eu posso dizer que a minha casa é realmente minha”, disse.

Raimundo Anjos também foi contemplado com o título definitivo. Foto: Marcos Vicentti/Secom

O evento contou ainda com a participação do secretário da Casa Civil, Jonathan Donadoni; do prefeito de Mâncio Lima, Isaac Lima; e dos deputados estaduais Clodoaldo Rodrigues, Luiz Gonzaga, Manoel Moraes, Nicolau Júnior e Pedro Longo; entre outras autoridades.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO