domingo, 19 maio 2024 - 13:27
spot_img

Governo do Acre assina termo de adesão ao programa Bolsa Moradia Transitória

O governo do Estado oficializou nesta quarta-feira, 17, o termo de adesão de 75 famílias ao programa Bolsa Moradia Transitória. Essas famílias, previamente assistidas pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (Seasdh), desde setembro de 2023, foram realocadas da área do Irineu Serra, que agora será destinada à construção de novas unidades habitacionais.

O programa Bolsa Moradia Transitória, é um benefício financeiro exclusivamente destinado a subsidiar o pagamento de aluguel de imóvel às pessoas ou famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade. O processo de inclusão das famílias a esse sistema foi precedido por um levantamento econômico e visitas domiciliares para avaliar a real necessidade e elegibilidade dos beneficiários. Segundo O secretário de Estado de Habitação e Urbanismo (Sehurb), Egleuson Santiago, esse processo assegura que o auxílio seja direcionado às famílias que realmente necessitam.

“Essas famílias serão assistidas até serem sorteadas e contempladas com habitação. Temos um programa de habitação junto ao governo federal, onde fomos contemplados com 1.616 moradias para o estado, e tão logo essas casas sejam construídas, essas pessoas terão prioridade, por estarem no aluguel social”, afirma.

As moradias citadas pelo secretário referem-se às unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal. O estado foi contemplado com um total de 1.616 unidades habitacionais, sendo 100 dessas unidades de responsabilidade da Prefeitura de Cruzeiro do Sul. O governo estadual assumirá a construção das outras 1.516 casas populares, que serão distribuídas prioritariamente nos municípios de Rio Branco e Xapuri.

“Nossa prioridade é construir lares seguros e de qualidade, que garantam o acesso aos serviços básicos e à infraestrutura urbana necessária para uma vida digna. É com esse compromisso que o governo do Estado trabalha, para oferecer condições melhores para as famílias de baixa renda”, conclui.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO