terça-feira, 27 fevereiro 2024 - 17:56
spot_img

Governo do Estado inicia Semana do Doador em Cruzeiro do Sul

Há mais de três décadas, seu Enildo Correia sai de casa, a cada dois meses, para exercer um gesto nobre e permeado de amor: doar sangue.

Durante a abertura da Semana do Doador, realizada pelo Hemonúcleo de Cruzeiro do Sul, nesta segunda-feira, 20, o idoso de 59 anos declarou: “Pra mim é uma honra e satisfação saber que ajudei a salvar muitas vidas ao longo desses anos”.

Seu Enildo, aos 59 anos: “Rogo a Deus saúde para seguir ajudando as pessoas. Doar sangue é fácil, rápido e seguro”. Foto: Erisney Mesquita/Secom

Enildo relata que pede a Deus saúde para seguir praticando o ato solidário e fez um chamamento à população do Vale do Juruá: “Eu aproveito a ocasião e convido outras pessoas a doarem. É rápido, simples e seguro”.

O voluntarismo de seu Enildo tem ajudado a salvar a vida de milhares de acreanos, como é o caso de Jarderson Costa de Oliveira, popularmente conhecido como Tico Bolsonaro, que há quase dez anos necessitou da transfusão de doze bolsas de sangue, durante cirurgia, para se reabilitar de grave acidente de trânsito.

Bolsas de sangue coletadas pelo Hemonúcleo ajudaram a salvar a vida de Jarderson Costa de Oliveira. Foto: Erisney Mesquita/Secom

“O sangue que hoje corre nas minhas veias veio de pessoas que até hoje eu desconheço, verdadeiros heróis usados por Deus para me devolver a vida. Foi um milagre, e por isso sou eternamente grato”, declarou Jarderson.

Semana do doador

A Semana do Doador, que se estende até sábado, 25, Dia Nacional do Doador de Sangue, tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da doação de sangue.

Com sede em Cruzeiro do Sul, unidade atende pacientes de todo o Vale do Juruá. Foto: Erisney Mesquita/Secom

A medida visa, ainda, captar doadores voluntários, ou seja, homens que doem sangue a cada dois meses e mulheres que doem a cada três, para a unidade de Cruzeiro do Sul, que atualmente tem uma média de quatro mil doadores cadastrados.

Raquel Batista, chefe do gabinete do governador no Juruá, afirma que a iniciativa do governo, por meio da Secretaria de Saúde (Sesacre), melhora os serviços da rede de hemoterapia na região. “É um momento de conscientizar a população. A gestão Gladson Cameli segue compromissada em avançar na Saúde e demais setores de governo para entregar à população os serviços necessários e com mais qualidade”, ratificou.

Raquel Batista: “O governo segue empenhando para entregar à população os serviços necessários e com mais qualidade”. Foto: Erisney Mesquita/Secom

Durante a Semana, o doador que se dirigir ao Hemonúcleo terá acesso aos serviços de manicure, penteados e limpeza de pele; também poderá realizar consultas oftalmológicas, psicológicas e com nutricionista, além de receber orientação de assessoria jurídica e do Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon).

Gestora local da Sesacre convoca a população do Juruá para se fazer presente ao Hemonúcleo e doar sangue. Foto: Erisney Mesquita/Secom

A gestora local da Sesacre, Diani Carvalho, ressalta que os benefícios da doação vão além da transfusão de sangue. “Existem outros componentes que são utilizados em pacientes que fazem uso de plaquetas. A coleta delas, que é feita na capital Rio Branco, beneficia pacientes de todo o estado durante a realização de transplantes, em casos de usuários com problemas hematológicos, entre outros. Portanto, é de suma importância o abastecimento dos bancos de sangue”, lembra.

Prefeitura vai reforçar a política estadual. Foto: Erisney Mesquita/Secom

Presente ao evento, o gestor de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima, anunciou que a Prefeitura reforçará a política estadual com realização de grande campanha de doação de sangue no município. “A campanha será realizada nos postos de Saúde e entre os quase quatro mil colaboradores do município. É uma união de esforços em prol da população”, pontua Zequinha Lima.

Também se fizeram presente ao evento o bispo da Diocese local, Dom Flávio Geovanale, vereadores e autoridades locais, além de membros de pastas, autarquias e departamentos do governo.

O que é preciso para doar

Dirigir-se ao Hemonúcleo mais perto da sua residência portando documento oficial com foto;

Sentir-se bem de saúde;

Ter dormido no mínimo 6h na noite anterior;

Estar bem alimentado antes de doar;

Ter acima de 50kg;

Não ter consumido bebida alcoólica nas últimas 12 horas;

Ter entre 18 e 69 anos. Menores de 18 só podem doar mediante consentimento dos pais ou responsáveis.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO