terça-feira, 23 julho 2024

Jornalista acreana lança livro e inspira mulheres a lutar contra o câncer de mama

Curar-se de um câncer de mama já é motivo suficiente para celebrar. Mas ir além, compartilhando sua trajetória e inspirando outras mulheres a não desistirem da luta contra a doença é um feito ainda mais significativo. Esse sentimento de superação contagiou todos os presentes no lançamento do livro “A força da gratidão: celebrando a vitória contra o câncer de mama”, da jornalista Ana Paula Xavier, em cerimônia aberta ao público realizada na última terça-feira, 31, no Teatro Hélio Melo, em Rio Branco.

O evento contou com apoio da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), que cedeu o espaço, e narra a trajetória da jornalista, que recebeu o diagnóstico da doença em 2022, aos 35 anos. A apresentadora e repórter na Rede Amazônica Acre relata, na obra, o doloroso processo do tratamento e a sensação de medo, experiências que ajudaram a gerar um livro inspirador.

Ex-paciente, a atriz Cláudia Toledo realizou a apresentação da peça Carcinoma, que ilustra os estágios do câncer de mama. Foto: Neto Lucena/Secom

A jornalista Socorro Camelo, da Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil (Ajeb) – Coordenadoria Acre, esteve presente e exaltou a coragem de Ana Paula: “Ela é um exemplo de resiliência, força de vontade e determinação. Em seu livro, Ana compartilha sua jornada pessoal, experiências, emoções e, acima de tudo, a importância da gratidão em sua vida”.

Ana Paula mostrou-se empolgada com a realização. “Em junho de 2023, comecei a organização para publicação e hoje o tão esperado dia chegou; é um misto de sentimentos. Mas o maior objetivo deste livro é fazer com que outras mulheres sejam inspiradas assim como eu fui. Resolvi transformar meu sofrimento em informação e, se minha história ajudar ao menos uma pessoa, eu já vou estar feliz demais”, afirmou.

Previna o câncer de mama

No Acre, são registrados entre 110 e 130 novos casos de câncer de mama por ano. As mulheres com mais de 50 anos representam 51% das pacientes com câncer de mama atendidas, conforme estudo da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) em 2021. Segundo o estudo, quase 70% das mulheres identificam a doença em estágios avançados e apenas 30%, em estágios 1 ou 2, com mais chance de cura.

Entre os fatores de risco estão o fator idade, não ter tido filhos, menstruação precoce ou menopausa tardia, tratamentos hormonais, radiação ionizante, estilo de vida e histórico familiar.

A doença pode apresentar sintomas como a presença de um caroço no seio e a mama com textura de laranja. Nesses casos, a mulher pode procurar a Atenção Primária à Saúde (APS) para investigação. A população deve ficar atenta a sinais e, em caso de dúvida, procurar atendimento médico.

Agência de Notícias do Acre

Notícias relacionadas :

spot_img

NÃO DEIXE DE LER