terça-feira, 23 julho 2024

Legislativo e Judiciário fazem campanha de combate à importunação sexual na Expoacre


Em preparação para a tão aguardada Expoacre, que acontecerá entre os dias 28 de julho e 6 de agosto, o Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC), por meio da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Comsiv) se reuniu nesta segunda-feira, 24, com a Secretaria Executiva da Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) para discutir uma importante parceria institucional.

O objetivo é unir esforços para a atuação conjunta em uma campanha de conscientização e combate à importunação sexual, especialmente direcionada à proteção das mulheres e meninas, e à população LGBTQIA+, que culturalmente são as principais vítimas da violência de gênero e de importunação
sexual. 

Intitulada “Respeita Meu Espaço”, será promovida em diversos formatos durante a Expoacre, buscando levar a mensagem de respeito e combate a qualquer forma de assédio.

Para atingir um amplo público, a campanha utilizará diferentes estratégias de divulgação, incluindo a distribuição de material publicitário, exibição de vídeos educativos durante os shows e a disponibilização de cards informativos antes dos eventos e nas redes sociais oficiais.

A campanha será produzida pelas equipes de comunicação do TJAC e da Aleac, e será coordenada pela Comsiv, visando sensibilizar a população e reforçar a importância de respeitar os limites e a dignidade de cada indivíduo, principalmente mulheres e meninas. O presidente da Aleac, Luiz Gonzaga participou de um momento da reunião, fortalecendo o compromisso com a parceria.

Representando a Comsiv, que atualmente é coordenada pela desembargadora Eva Evangelista, participou da reunião Isnailda Silva, que ressaltou a importância da iniciativa, como “uma forma de conscientizar a população sobre a importância de respeitar o espaço e a integridade das mulheres. Nossa intenção é criar uma cultura de respeito e igualdade, contribuindo para a construção de uma sociedade mais justa e segura para todos”, declarou. 

Segundo ela, “muitas mulheres não sabem que um puxão de cabelo, um empurrão, uma forçada de barra são considerados assédio. O objetivo dessa campanha é orientar as mulheres e conscientizar os homens que eles precisam respeitar a decisão da mulher”.

A secretária executiva da Aleac, Karen Silva, agradeceu o convite do TJAC para a parceria e disse que o alcance da iniciativa reforça o compromisso das instituições com a garantia de um ambiente seguro e respeitoso durante a Expoacre.

Notícias relacionadas :

spot_img

NÃO DEIXE DE LER