domingo, 14 abril 2024 - 18:17
spot_img

Mesmo com enchente, Ponte Metálica é liberada após sete meses interditada em Rio Branco

Fechada desde julho do ano passado, a Ponte Juscelino Kubitschek, conhecida como Ponte Metálica, foi liberada na tarde desta quarta-feira (28) em Rio Branco. A ponte foi interditada após equipes do Departamento de Estradas de Rodagens do Acre (Deracre) identificarem corrosão e desgaste em alguns pontos da estrutura durante avaliação.

A liberação da ponte estava prevista para esta quinta (29), contudo, nesta quarta, o governo anunciou que a empresa finalizou o trabalho de substituição das peças de apoio embaixo da estrutura.

No último dia 24, em entrevista à Rede Amazônica Acre, o diretor-presidente do Deracre, Sócrates Guimarães, afirmou que estavam avaliando a data por conta da cheia do Rio Acre. Segundo ele, caso o nível do rio estivesse com 18 metros na capital a ponte não seria reaberta.

O nível do Rio Acre segue subindo e chegou a marca de 16,58 metros às 15h desta quarta. O manancial está acima de 16 metros desde a última segunda (26) e já deixa mais de 1,5 mil pessoas fora de casa.

Entre o final de março e início de abril do ano passado, a Ponte Metálica ficou 18 dias interditada por conta da cheia do Rio Acre e o acúmulo de balseiros embaixo da estrutura. Com a vazante do rio, equipes do Deracre iniciaram os reparos na pavimentação da ponte.

Enchente

Em todo estado, segundo a Defesa Civil Estadual, a enchente dos rios atinge mais de 100 mil pessoas. Somente na capital Rio Branco são 60 mil atingidos diretamente pela cheia. Do total, 5.960 estão desabrigadas e 8.515 desalojadas, segundo o governo do estado. Municípios como Santa Rosa do Purus, Jordão e Assis Brasil, que já registraram vazante, estão sem atualização do quantitativo atual.

O decreto reconhecendo da situação consta no Diário Oficial da União (DOU), de domingo (25). A medida também havia sido publicada em edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE).

São cerca de mil pessoas desabrigadas e pelo menos 567 pessoas desalojadas somente na capital, conforme o boletim emitido pelo governo do Acre nesta quarta. Somente nos abrigos mantidos pela Prefeitura de Rio Branco, no Parque de Exposições e escolas, são mais de 900 pessoas até à última atualização desta reportagem.

São 312 famílias, totalizando 936 pessoas, de acordo com levantamento feito pela manhã. No total, são 1.377 pessoas em abrigos. Segundo a Defesa Civil Municipal, há 60 mil pessoas afetadas pela enchente na capital acreana.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO