domingo, 14 abril 2024 - 6:10
spot_img

Nova maternidade de Rio Branco terá 150 leitos e 40 UTIs. Ordem de serviço já foi assinada

O governador Gladson Cameli assinou a ordem de serviço para a construção da primeira etapa da nova maternidade pública de Rio Branco. A obra era bastante aguardada e, quando estiver pronta, marcará um novo tempo no atendimento materno-infantil. A solenidade que marcou o momento histórico foi realizada nesta quinta-feira, 22, na sede da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), na capital.

Inaugurada em 1950, quando o Acre ainda era território federal, a Maternidade Bárbara Heliodora, única unidade especializada de Rio Branco, já não suporta a demanda existente, e qualquer tipo de melhoria estrutural do prédio enfrenta diversas limitações, por ser um local em processo de tombamento.

Nesta primeira fase, o investimento previsto é de R$ 26,9 milhões. O montante é proveniente de recursos próprios do Estado e de emenda de bancada dos atuais parlamentares federais do Acre.

Com 150 leitos de enfermaria clínica e obstétrica; 16 salas de pré-parto, parto e pós-parto (PPP); 7 salas de cirurgia e de parto cesariano; 10 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) adulto; 30 leitos de UTI neonatal, 30 leitos de unidade de cuidados intermediários (UCI), 15 leitos de UCI canguru, além da Casa da Gestante, Bebê e Puérpera, que vai atender gestantes de alto risco, a unidade será uma das maiores e mais avançadas maternidades da Região Norte do país.

O governador classificou a obra como fundamental para que as futuras gerações de acreanos tenham a oportunidade de nascer em um ambiente moderno e acolhedor. Gladson Cameli reafirmou ainda o compromisso de seguir trabalhando por uma saúde pública de qualidade para todos.

“Não estamos medindo esforços para melhorar a saúde do nosso estado e a prova está aqui. A nova maternidade de Rio Branco começa a se concretizar e eu não tenho dúvida de que vamos inaugurá-la nos próximos anos. O primeiro e mais importante passo já foi dado, e quem ganhará com isso é a população”, pontuou.

A construção da nova maternidade foi dividida em quatro etapas. Ao todo, a obra está orçada em R$ 95 milhões. De acordo com a secretária de Saúde, Paula Mariano, a unidade será referência para as gestantes e a primeira infância no Acre.

“Essa maternidade é a realização de um antigo sonho e contará com todo o suporte necessário para atender as mães e os seus filhos com o respeito e a dignidade que eles precisam e merecem”, declarou.

Ampliação do alojamento do Pronto-Socorro de Rio Branco e entrega de ambulâncias para o Samu

Durante a cerimônia, o governo do Acre também autorizou a ampliação do alojamento do pronto-socorro da capital. O novo espaço beneficiará os profissionais do maior hospital de urgência e emergência do estado, proporcionando mais conforto e melhores condições de trabalho. Na obra, serão investidos R$ 2,4 milhões, em recursos próprios do Poder Executivo.

Para fortalecer e aumentar a frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o governador Gladson Cameli fez a entrega de dez ambulâncias ao órgão. Os veículos foram doados pelo Ministério da Saúde. “Isso representa mais segurança e comodidade para os profissionais e usuários”, explicou Eduardo Formiga, coordenador estadual do Samu.

As viaturas são equipadas para realizar atendimentos básicos de saúde. Além de Rio Branco, os municípios de Acrelândia, Assis Brasil, Bujari, Capixaba, Epitaciolândia, Feijó, Mâncio Lima, Rodrigues Alves e Tarauacá contarão com as novas ambulâncias já no início do novo ano.

“Essas ambulâncias serão muito bem-vindas e chegam em boa hora para dar continuidade no atendimento à população, principalmente no interior do estado”, observou o prefeito de Acrelândia, Olavo Rezende.

Ao fazer uso da palavra, o deputado federal Alan Rick aproveitou a oportunidade para prestar contas do mandato. “Nos últimos oito anos, já destinamos mais de R$ 130 milhões em emendas para a saúde. A partir de 2023, como senador da República, o trabalho será ainda maior”, enfatizou.

O evento contou com a participação da secretária adjunta de Saúde, Ana Beatriz Souza; do secretário-chefe da Casa Civil, Jonathan Donadoni; do secretário de Planejamento e Gestão, Ricardo Brandão; e da defensora-geral do Estado, Simone Santiago; entre outras autoridades.

Agência de Notícia do Acre

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO