sexta-feira, 1 março 2024 - 19:32
spot_img

Parque de exposições já tem 410 famílias assistidas pela Prefeitura de Rio Branco

   

A quantidade de famílias que chega ao Parque de Exposições aumenta a cada momento. Até o início da tarde desse domingo (2), havia 410 famílias e um total de 1.173 pessoas abrigadas.

O diretor administrativo da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, capitão Brito Soares, explica que não tem sido fácil equilibrar a quantidade de abrigos com a quantidade de pessoas que chegam.

“Tem hora que aumenta o volume, chegam vários caminhões com muitas famílias e tem hora que conseguimos equilibrar. Ficamos com saldo positivo. Outra hora ficamos com saldo negativo, mas aí a gente acelera a construção e estamos preparados para continuar nessa operação da retirada das famílias.”

Francisco Bezerra, secretário-adjunto da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos – Sasdh, diz que o Parque de Exposições é como uma minicidade que demanda necessidades, porém, a prefeitura não tem medido esforços para tentar solucionar todos os problemas que surgem.

“Nós estamos dando conta disso. Os que chegam agora já vão para o seu boxe levando aquela primeira necessidade que nós atendemos, que é o kit e outras necessidades. Estamos conseguindo melhorar. Nós vamos fazer o que for possível por essas famílias.”

De acordo com o diretor de Planejamento Social e Operacional da SASDH, Ivan Ferreira, foram entregues no último sábado (01), kits de higiene para cada boxes, assim como kits de limpeza, colchões e todas as refeições: café, almoço, lanche e janta, com o apoio de todas as secretarias.

“É um sofrimento muito grande a gente ver pessoas chegando aqui sem nada, só com a roupa do corpo. Temos o trabalho de triagem também, temos recebido doações para as famílias, e estamos também entregando mingau, leite, temos um espaço reservado com um fogão para que as pessoas possam fazer o mingau e o leite para as famílias e distribuímos também aqui fraldas geriátricas e infantis.”

O secretário da Casa Civil, Valtim José, informou que há uma determinação do prefeito para atender bem e fazer o que for possível pela população.

“Estamos aqui contando com toda a sociedade. Diversas pessoas estão fazendo doações. O Ministério Público também está nos ajudando a superar essas dificuldades. Não é fácil! Fazer comida para 20 pessoas já é um sufoco, imagine fazer comida para em torno de mil, mil e duzentas pessoas, é muito complicado.”

O Ministério Público tem realizado visitas constantes em todos os abrigos. Segundo o procurador-geral de justiça, Danilo Lovisaro, até o último sábado a equipe havia contabilizado 244 visitas dentro e fora do Parque de Exposições. O Ministério Público tem uma equipe com 70 pessoas se revezando e acompanhando todos os aspectos importantes.

“De uma forma geral o trabalho vem se desenvolvendo muito bem. Estamos fiscalizando, acompanhando, inclusive ali na hora do almoço, na entrega das refeições eu estive lá, o nosso pessoal estava lá ajudando a servir. O trabalho que vem sendo realizado aqui dentro parque vem atendendo todas as expectativas, a gente nota inclusive que para as crianças tem uma recreação constante aqui do lado. O Conselho Tutelar também está trabalhando aqui de plantão, e eu acho que isso é muito importante.”

O diretor administrativo da Defesa Civil, faz um pedido às famílias que estão vulneráveis em suas casas com risco de alagamento.

“A gente orienta a população que não espere para o final da tarde e durante a noite para pedir ajuda, pois é mais complicado para as equipes entrarem nos bairros, já que muitos deles já estão no escuro sem energia e isso dificulta o acesso e a chegada até as residências. Então se observar que o rio continua enchendo, disque 193, que lá do Corpo de Bombeiros será enviada uma equipe para atender as solicitações.”

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO