domingo, 19 maio 2024 - 13:14
spot_img

Ponte Frei Paolino Baldassari é símbolo do compromisso contínuo com o bem-estar e o desenvolvimento do Acre

“Meus pais moram aqui no ramal há 70 anos, numa comunidade que há décadas vinha sendo ilhada, e hoje, graças a Deus e ao governador Gladson Cameli, alcançamos essa conquista, que não tem preço”, disse Gerbson Santana, morador do Ramal Mário Lobão, que em dezembro de 2023, viu um sonho finalmente se tornar realidade: a Ponte Frei Paolino Baldassari, em Sena Madureira.

Ponte Frei Paolino Baldassari é um símbolo do compromisso contínuo com o bem-estar e o desenvolvimento. Foto: Pedro Devani/Secom

Integrando o Primeiro e Segundo Distrito da cidade, a ponte sobre o Rio Iaco tem extensão de 232 metros, e hoje reduz uma distância que antes era feita via terrestre, pela BR-364, ou por catraia, atravessando o rio.

Com trabalhos supervisionados pelo Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura Hidroviária e Aeroportuária do Acre (Deracre), o investimento para essa obra histórica foi de R$ 36 milhões, provenientes de recursos próprios do Estado, em que R$ 20 milhões foram destinados pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AC).

Em menos de dois anos

Em março, os agentes técnicos da Construtora Cidade trabalharam na concretagem da segunda viga longarina pré-moldada, fabricada no escoramento aéreo do lado oeste da ponte, localizado no centro da cidade. Em maio, chegaram as primeiras peças da treliça lançadeira que faria o lançamento das vigas pré-moldadas da ponte sobre o Rio Iaco.

Em julho, a obra recebeu as primeiras peças da treliça. No total, foram colocadas 20 vigas, sendo que a 19ª foi sendo armada. Além disso, as vigas foram içadas e os trabalhos de lançamento seguiram no lado do Segundo Distrito.

Ainda em julho, a Construtora Cidade concluiu o lançamento das vigas, colocação das pré-lajes e lajes do segundo vão da ponte, no lado do Centro. Foto: Ascom/Deracre

Em setembro, os trabalhadores do consórcio finalizaram o lançamento das 20 vigas longarinas pré-moldadas (estrutura longa onde foi apoiado o tabuleiro da ponte), atingido em 73,45% de execução na obra da ponte. Em outubro, as equipes concluíram a fase de colocação e concretagem das lajes; trabalharam na montagem dos guarda-rodas para, em seguida, executar a instalação dos guarda-corpos nos dois lados da estrutura, a fim de evitar acidentes e trazer maior segurança aos pedestres.

Em novembro, foi realizada a pavimentação asfáltica da Segunda Ponte de Sena Madureira. Em 19 dezembro de 2023, a construção foi entregue, concretizando o anseio da população sena-madureirense.

Obra foi entregue em dezembro de 2023. Foto: Pedro Devani/Secom

Unindo instâncias do poder para o bem da população

No dia da inauguração da ponte, o governador do Acre, Gladson Cameli, frisou a importância de proporcionar dignidade à população.

Cameli frisou a importância de dar dignidade ao povo. Foto: Neto Lucena/Secom

“Isso aqui é compromisso em mudar a vida das pessoas. O trabalho conjunto entre Estado, prefeitura e a Assembleia Legislativa foi o que tornou a realização desse sonho da população possível. Agradeço também à nossa vice-governadora Mailza Assis, que tem desempenhado um trabalho importante no Estado”, afirmou o governador.

“Antes, eu só atravessava para o Primeiro Distrito de catraia, que era inseguro. Com a ponte, temos segurança e atravessamos com facilidade entre os dois distritos”, contou Maria Freire, moradora do bairro São Francisco, no Segundo Distrito da cidade.

Para Maria, a conclusão da obra significa mudança de vida. Foto: Neto Lucena/Secom

Como Maria, mais de 2.500 residentes no Segundo Distrito de Sena Madureira foram beneficiados com a ponte. Durante a construção, foram criados 130 postos de trabalho e cerca de 90% da mão de obra utilizada na construção foi realizada por moradores do município, o que possibilitou que a ponte fosse entregue em menos de dois anos.

“Mais uma promessa cumprida pelo governador Gladson Cameli, a segunda ponte de Sena é um sonho concretizado para as famílias”, afirma a presidente do Deracre, Sula Ximenes.

O legado da ponte

A inauguração da Ponte Frei Paolino Baldassari, sobre o Rio Iaco, em Sena Madureira, marca não apenas a realização de um projeto de infraestrutura vital, mas também um marco na vida da comunidade local.

Após anos de espera e isolamento, os moradores do Ramal Mário Lobão e de bairros como São Francisco e Santa Teresinha agora desfrutam da conexão segura entre os distritos, graças ao empenho do governador Gladson Cameli e da colaboração entre diferentes esferas do governo.

Além de encurtar distâncias físicas, a ponte representa mais acesso ao progresso social e econômico, oferecendo novas oportunidades e promovendo a conexão entre os habitantes da região, o que torna a obra um símbolo tangível do compromisso contínuo com o bem-estar da população e o desenvolvimento de Sena Madureira.

Ponte é uma das grandes construções que constavam no plano de governo da gestão Cameli. Foto: Pedro Devani/Secom

Frei Paolino Baldassari

A ponte sobre o Rio Iaco leva o nome do servo da Ordem de Maria, Paolino Baldassari, que, nascido em Bolonha, na Itália, dedicou mais de 40 anos de sua vida a Sena Madureira, como pároco da Igreja Católica, atuando em causas sociais e obras religiosas na cidade.

Quando as ofertas de saúde pública eram reduzidas, o frei contribuiu com a comunidade sena-madureirense ministrando, para a população, preparados de medicina da floresta, que aprendeu com os povos tradicionais, e também com viagens missionárias ao interior do município, celebrando missas, “desobrigas”, missões religiosas e demais compromissos clericais.

Ao nomear a estrutura em homenagem à figura emblemática do frei, o Estado prestou um tributo justo a um líder espiritual e social, cujo legado continua a inspirar gerações.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO