sexta-feira, 23 fevereiro 2024 - 15:27
spot_img

Prefeitura de Rio Branco vai dar recompensa a quem denunciar furto de fios

A Polícia Civil do Estado, com o apoio da Polícia Militar, Sejusp, Corpo de Bombeiros e Prefeitura de Rio Branco, deflagrou, na manhã desta segunda-feira (27), a Operação Dínamo, que visa identificar e reprimir criminosos que atuam em furto e receptação de fios (objetos que contém cobre) na capital acreana.

A Prefeitura de Rio Branco tem sofrido, em decorrência dessa prática criminosa, inúmeros transtornos para manter a iluminação pública e o funcionamento dos semáforos da cidade. No Carnaval da Família 2023, realizado pela prefeitura, em parceria com o Governo do Estado, o tradicional desfile de blocos atrasou mais de uma hora, por conta da falta de iluminação, devido ao furto de fios, no mesmo período, diversas vias da cidade ficaram com os semáforos inoperantes.

Na operação, dez sucatões clandestinos foram identificados pela polícia, 14 ordens judiciais foram expedidas, incluindo buscas e apreensões, e três pessoas foram presas.

O delegado Robert Alencar, responsável pela Operação Dínamo, afirmou que focar nos receptadores é o principal objetivo, e que a operação continuará.

“Nosso principal objetivo é focar nas sucatas clandestinas da Capital. Em alguns casos, o próprio estabelecimento clandestino servia como uma espécie de hotel de trânsito do crime, fornecendo estada e alimentação aos praticantes desse tipo de furto. A Operação vai continuar,” relatou.

O chefe do Gabinete Militar Municipal, Cel Ezequiel Bino, disse que a Prefeitura de Rio Branco irá colaborar, sempre que possível, com os órgãos de Segurança Pública do Estado, que isso é uma solicitação do prefeito Tião Bocalom.

“O prefeito determinou que, naquilo que for possível, a prefeitura colabore e se mantenha integrada com a Segurança Pública, para poder dar a sua parcela de colaboração.”

O coronel disse, ainda, que a gestão está em processo de elaboração de uma lei que permita recompensar as pessoas que fizerem denúncias que levem aos autores deste tipo de crime.

“Essa semana a gente já inicia um grupo de trabalho, encarregado de elaborar uma política de recompensa para denúncias em relação aos receptadores. Em breve, teremos a edição de uma lei para fortalecer, ainda mais, esse combate. O Município irá recompensar as denúncias que nos levem às pessoas que compõem essa organização criminosa”, finalizou.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO