sábado, 20 julho 2024

Prefeitura solicita empréstimo para dar continuidade ao desenvolvimento da Capital

A Prefeitura de Rio Branco encaminhou nesta quinta-feira (19) para a Câmara Municipal o pedido de autorização do empréstimo no valor de R$ 340 milhões para investimentos destinados à pavimentação de ruas, água e esgoto e também para o programa habitacional 1.001 Dignidades.

Segundo o líder do prefeito na Câmara, vereador João Marcus Luz, é importante destacar que vários recursos do governo federal repassados para a capital têm caído. Além disso, o governo do Estado não tem conseguido suprir as demandas necessárias da cidade. Devido a essa situação, a municipalidade tem agido da melhor forma possível. Foi através de economia que a gestão conseguiu investir nos viadutos e na reforma das Unidades de Saúde, por exemplo.

“Nós precisamos ampliar isso e esse recurso vem para fomentar cada vez mais obras, geração de emprego e renda em Rio Branco. São R$ 40 milhões para fazer toda a infraestrutura do Programa 1.001 Dignidades, como asfalto, água e esgoto sendo um projeto com a Caixa. E os outros R$ 300 milhões são R$150 milhões para asfalto em Rio Branco e mais R$ 150 milhões para recuperar de uma vez por todas a cidade que está destruída e que é uma reclamação grande do cidadão rio-branquense.”

O vereador ainda destacou que dentre os R$ 340 milhões, cerca de R$120 milhões serão investidos no saneamento básico da capital, a fim de resolver uma antiga problemática que é a falta de água na cidade. Além de também seguir nos investimentos voltados para a área da segurança.

“Os demais R$ 30 milhões serão investidos no Rio Branco Mais Segura que já teve um investimento de R$ 4 milhões. Portanto, são investimentos consideráveis. Se Rio Branco tem crédito, ele deve ser usado para investir gerando emprego e renda, temos que fomentar.”

Após o debate entre os vereadores, ficou decidido que a Procuradoria da Câmara Municipal precisará de mais tempo para fazer a avaliação junto à equipe técnica da prefeitura.

“Nós esperamos que se não for pedido uma extraordinária, na terça-feira esse projeto vai para pauta e consequentemente, votação”, concluiu o vereador João Marcus Luz.

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO