terça-feira, 27 fevereiro 2024 - 18:22
spot_img

Procon do Acre dá dicas de como evitar fraudes e não cair em golpes na Black Friday

O final de semana de Black Friday tem se constituído ao longo dos últimos anos uma das datas mais importantes do comércio brasileiro e atualmente é uma das épocas mais importantes para a economia junto com o Natal, Dia das Crianças, dos Pais e das Mães.

Ocorre que na mesma intensidade que a Black Friday que, este ano está marcada para o próximo final de semana, cresce, aumentam também os casos de crimes contra o consumidor. Tanto que a data é, muitas vezes, chamada, pejorativamente, de “Black Fraude”.

A reportagem do ac24horas conversou com o Procon do Acre que deu orientações sobre como evitar golpes, desconfiar de promoções que parecem demais vantajosas e ter cuidado com os descontos enganosos.

Conforme o órgão de defesa do consumidor acreano, mesmo antes da data, já foram realizadas ações educativas para tentar coibir qualquer prática que fira os direitos da população. “Desde o dia 1º deste mês fizemos ações orientativas, indo nos comércios para que o comércio ofereça as promoções de forma clara, para que não ocorra nenhum crime contra o consumidor”, afirma Camila Lima, diretora do Procon.

Uma das maiores movimentações durante a Black Friday é o comércio na internet. Apesar da comodidade que a modalidade de a compra online oferece, é preciso tomar alguns cuidados, principalmente, em relação à confiabilidade do site em que está se adquirindo o produto ou serviço. “É importante verificar se o site tem aquele cadeadinho do lado esquerdo que garante que não vai haver captação de seus dados, orientamos que os clientes não acessem links compartilhados por whats ou SMS porque é muito comum o golpe por link e é importante comparar preços, já que existem muitos sites que fazem essa comparação que é importante”, diz Camila.

Uma das principais dicas é o consumidor ficar esperto no que é chamada de promoção fake, que é quando o lojista aumenta o preço do produto semanas antes da Black Friday e baixa para o preço “normal” durante os dias de evento e afirma que o custo é promocional. “Estamos fiscalizando as lojas e se verificar isso, estaremos aplicando as sanções legais. Pedimos a colaboração dos consumidores”, afirma a diretora do Procon.

Quem quiser fazer uma denúncia pode entrar em contato pelo 68 3223-7000 que é contato de órgão que recebe as denúncias.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO