sábado, 22 junho 2024
spot_img

Reunião no PP vai definir se partido fechará com Bocalom ou terá candidatura própria

O Progressistas reunirá sua executiva municipal na tarde desta sexta-feira, 3, para, finalmente, deliberar sobre os rumos do partido nas eleições municipais deste ano.

Na mesa, duas opções serão analisadas pelos dirigentes. A primeira (e mais provável) é bater o martelo sobre a composição com Tião Bocalom (PL), tendo Alysson Bestene (PP) como vice. A outra é seguir com candidatura própria.

A reunião acontece após a deputada federal e ex-presidente municipal da sigla, Socorro Neri, denunciar, na manhã desta sexta, 3, que tem sido vítima de violência política de gênero por parte dos próprios dirigentes do partido.

Segundo a parlamentar, estaria em curso no PP uma tentativa de humilhá-la perante a população, após ela colocar o próprio nome à disposição para disputar as eleições como cabeça de chapa, ao invés de a agremiação sair como vice do atual prefeito.

Bocalom era filiado ao PP até fevereiro. Ele migrou para o PL após ser impedido de disputar a reeleição pelo partido onde se elegeu, em 2020.

Em outubro do ano passado, a executiva municipal do Progressistas não só lançou o nome de Alysson Bestene como pré-candidato no lugar de Bocalom como recebeu pedidos de expulsão do prefeito por infidelidade partidária devido seu apoio, em 2022, ao então candidato ao governo, Sérgio Petecão (PSD).

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO