quarta-feira, 17 julho 2024

Semulher realiza 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher com mais de 80 ações integradas

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado da Mulher (Semulher), realiza, em ação integrada, os 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher. Do dia 20 de novembro ao dia 10 de dezembro, a pasta atuará em mais de 80 atividades com apoio de parceiros que também aderiram à campanha.

De 20 de novembro a 10 de dezembro, Secretaria da Mulher realizará mais de 80 ações integradas. Foto: Divulgação

Os 21 dias de ativismo é alinhado ao cenário internacional dos 16 dias de ativismo, que começa em 25 de novembro, Dia Internacional de Luta Contra a Violência à Mulher, e se estende até 10 de dezembro, Dia Internacional de Direitos Humanos. No contexto brasileiro, inicia-se no dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, reconhecendo que mulheres negras enfrentam violência tanto por sua condição de gênero quanto pelo racismo, além de serem as maiores vítimas de feminicídio, representando 61,2% dos casos. Por isso, amplia-se a duração da campanha para 21 dias.

A secretária de Estado da Mulher, Márdhia El-Shawwa, relembra que a iniciativa teve início em 1991.

“No Brasil, a urgência de abordar os mais variados tipo de violência contra a mulher é ainda mais evidente. Nossas estatísticas colocam o país em posições alarmantes nos índices de violência de gênero e, por isso, é essencial que organizações se envolvam ativamente na discussão e implementação de medidas para reverter nossa situação”, reforçou.

As atividades devem ocorrer em todo o Estado, com ênfase nos municípios de Brasiléia, Cruzeiro do Sul e Rio Branco. “Serão rodas de conversas, oficinas para elevação da autoestima, enfim, temos um calendário repleto de ações que foram pensadas para atender a cada mulher que mora em nosso Estado”, reforçou El-Shawwa.

A programação inicia com Pit Stops simultâneos em Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Brasileia. Para ter acesso à programação, acesse o QRCode.

spot_img

Notícias relacionadas :

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO