sábado, 25 maio 2024 - 15:11
spot_img

Serviços de nota fiscal eletrônica apresentam instabilidade em todo o país devido às enchentes no RS

A situação adversa enfrentada pelo estado do Rio Grande do Sul com as repentinas enchentes dos últimos dias tem gerado, além dos transtornos ambientais à vida e à socioeconomia do povo gaúcho, instabilidades nos portais de serviços das secretarias de Fazenda em todo o Brasil.

Serviços como emissão da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) seguem instáveis não apenas na Secretaria da Fazenda do Acre (Sefaz/AC), mas em grande parte do país.

Serviços vem apresentando problemas em todo o país e muitos contribuintes não conseguem emitir notas fiscais, o que afeta o transporte de mercadorias. Foto: internet

O que ocorre é que o estado do Rio Grande do Sul (RS) precisou fechar, em caráter emergencial, seus data centers por conta das chuvas e enchentes, e é ele quem oferece estrutura para autorização e processamento dos dados desses serviços para a maioria das unidades.

Por conta disso, os serviços das secretarias fazendárias vem apresentando problemas desde o início da semana e muitos contribuintes não conseguem emitir suas notas fiscais, o que afeta diretamente o setor de transporte de mercadorias.

Entenda

A instabilidade afetou diretamente o compartilhamento de NF-e e CT-e entre os estados que usam a estrutura da Sefaz Virtual do Rio Grande do Sul (SVRS). São eles: Acre, Alagoas, Amapá, Ceará, Espírito Santo, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins, além do Distrito Federal.

Desse modo, para seguirem operantes, as referidas unidades passaram a utilizar o Sefaz Virtual de Contingência do Ambiente Nacional (SVC-AN) para a autorização da NF-e, executando a maioria dos serviços, mesmo com lentidão e instabilidade. No entanto, ainda não há uma resolução para o CT-e.

Ainda não há uma previsão de quando todos os serviços voltarão a operar normalmente, uma vez que o data center da sede do Centro de Tecnologia da Informação S.A (Procergs), em Porto Alegre-RS, foi desligado e a previsão é que seja reativado apenas quando as chuvas e enxurradas diminuírem na região.

Governo federal emite comunicado

O portal da nota fiscal eletrônica, do governo federal, emitiu uma nota para atualizar sobre as medidas emergenciais tomadas nos últimos dias. Além da interrupção de um dos data centers, uma parte da operação foi transferida para um ambiente em nuvem.

Leia a nota na íntegra:

Imagem: Ascom/Sefaz

A orientação é que, caso alguma empresa passe por problemas com o serviço, a recomendação é verificar o firewall do sistema para ver se há alguma restrição aos endereços de IP dos data centers e priorizar todas as comunicações com a URL dos serviços, e não o endereço IP.

“A Sefaz tem tratado essa instabilidade com a máxima prioridade e reforça a necessidade de examinar possíveis problemas na comunicação com os endereços da plataforma”, disse o secretário da Fazenda, Amarísio Freitas.

Ajude o RS

O único canal oficial de doações do governo do Rio Grande do Sul é a conta SOS Rio Grande do Sul. Criada originalmente para arrecadar doações e auxiliar vítimas de temporais no estado em 2023, a linha de ajuda foi reativada na última semana.

Os dados para doação são os seguintes:

Chave PIX (CNPJ): 92.958.800/0001-38.

Titular: Associação dos Bancos no Estado do Rio Grande do Sul ou Banco do Estado do Rio Grande do Sul (podem aparecer as duas opções, informa o governo do RS).

Banco: Banrisul.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO