sexta-feira, 19 abril 2024 - 6:53
spot_img

Acre apresenta plano de ação do Comitê de Enfrentamento à Seca Prolongada em reunião do Censipam

O governo do Acre, por meio da Defesa Civil Estadual e Secretaria do Meio Ambiente (Sema), apresentou nesta terça-feira, 31, o plano de ação do Comitê de Enfrentamento à Seca Prolongada durante a 3ª Reunião da Sala de Monitoria Hidrometeorológica do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam).

A apresentação contou com a colaboração de uma comitiva composta pelo coordenador da Defesa Civil Estadual, coronel Carlos Batista, os gestores Pedro Noronha e João Paulo e a chefe da Sala de Situação do Centro Integrado de Geoprocessamento Ambiental (Cigma), órgão ligado à Sema, Ylza Lima. A participação no evento foi a convite do gerente do Centro Regional de Porto Velho, Caê Aires Lacerda.

O encontro teve como tema o prognóstico  hidroclimático e ações emergenciais para o enfrentamento da seca. O Comitê de Enfrentamento à Seca Prolongada do Acre é coordenado pelo secretário de Governo, Alysson Bestene, com suporte e apoio da Sema, e tem em sua composição diversas secretarias e órgãos ligados à agenda ambiental.

O coronel Carlos Batista explicou que a comitiva apresentou ações de Estado frente ao cenário de seca prolongada.

“Apresentamos a estrutura e atividades do Comitê de Enfrentamento à Seca. Essa é uma oportunidade de comunicação entre as equipes dos Estado do Acre e Rondônia. Mostramos o andamento das nossas ações, como é feita a coordenação e como colocamos em prática, além dos resultados exitosos. Deixamos nossa equipe à disposição para intercâmbio de dados frente à situação em que toda a região Amazônica tem enfrentado, incluindo Rondônia”, disse.

Encontro ocorreu em Porto Velho, nesta terça-feira, 31. Foto: Cedida.

O gerente do Censipam de Porto Velho, Caê Aires Lacerda, agradeceu a participação dos membros do Comitê e a troca de experiências.

“Agradecemos a participação do Comitê de Crise do Acre, com a participação da Defesa Civil na nossa Sala de Situação de Crise Hidrometeorológica do Rio Madeira. O estado do Acre tem sido importante no sentido de troca de experiências, da qualidade e maturidade das informações, organização e como elas têm sido colocadas em prática de forma coordenada, integrada, além da união das demais instituições em um momento de crise”, falou.

Agência de Notícias do Acre

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO