sexta-feira, 19 abril 2024 - 6:44
spot_img

Acreano de 50 anos conquista vaga para o mundial de Bodybuilding sul-americano após superar lesão

No último sábado, 11 de novembro, o Campeonato Brasileiro WFF 2023, Troféu Roberto Gervásio, realizado em Curitiba, testemunhou uma notável conquista por parte do funcionário público acreano, Cleyton Brandão. Aos 50 anos, Cleyton assegurou o terceiro lugar na categoria Bodybuilding Novice Master e Men Athletic Livre, garantindo sua participação no Mundial Sul-Americano de 2024.

Cleyton, carinhosamente conhecido como Cleytão entre amigos na academia, demonstrou uma determinação notável ao superar desafios significativos durante sua preparação. Em um contato exclusivo com nossa reportagem, ele compartilhou detalhes sobre os obstáculos enfrentados.

“Eu me preparo há algum tempo, uma preparação de dois anos. O problema é que nessa periodização, eu sofri uma lesão, rompimento no bíceps e rompeu total. Então eu levei oito meses para me recuperar”, revelou Cleyton. O período de recuperação o obrigou a uma pausa na musculação, mas sua determinação prevaleceu.

Cleyton continuou explicando que, devido à lesão, ele havia perdido volume de massa muscular e aumentado o percentual de gordura. Seu treinador alertou sobre as dificuldades em atingir os resultados desejados, mas isso não desanimou Cleyton.

“Foi mais que desafiador, porque eu precisei me superar dentro desse contexto da lesão e ainda dar a volta por cima no sentido de que eu não brigaria pelo top um. Nunca foi meu objetivo, né? Porque eu não cheguei no meu melhor condicionamento”, compartilhou o atleta.

Apesar das adversidades, Cleyton conquistou o terceiro lugar, surpreendendo a si mesmo e aos outros. Agora, com a vaga garantida para o Mundial, ele vislumbra novos desafios. “Quando o assunto é o Mundial, se eu não sofrer nenhuma lesão, certamente vou no objetivo do top um. Foi um esforço em conjunto, com muitas mãos me ajudando”, expressou ele, reconhecendo a importância da colaboração em sua jornada.

Cleyton encerrou refletindo sobre a discrição com a qual a vitória se concretizou: “Considero que foi um fato de superação, muitos detalhes, inclusive pessoais. Era algo que já estava no calendário, e o resultado veio de forma silenciosa, tranquila e discreta como eu sempre gosto.”

Com essa notável vitória, Cleyton Brandão representa não apenas o Acre, mas também inspira outros a perseguirem seus objetivos, mesmo diante de desafios inesperados.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO