domingo, 14 julho 2024

Acusado de matar mulher e criança é enterrado sem presença da família

Deleon Gomes Carnaúba, de 37 anos, apontado como suspeito de um duplo homicídio, foi enterrado nessa segunda-feira (10) em Feijó, sem a presença de familiares. A ausência se deu pelo temor de represálias por parte da população local.

Carnaúba é acusado de assassinar a facadas Maria das Graças Carneiro Araújo, de 57 anos, e seu neto Enzo Gabriel Araújo, de apenas 6 anos, no domingo (9), em uma área rural do município. Após o crime, ele foi alvejado e morto pela Polícia Militar do Acre (PM-AC) enquanto estava em uma canoa no Rio Envira.

O delegado Adan Ximenes, da Polícia Civil do Acre e responsável pelo inquérito, informou ao G1-AC que, embora nenhum parente tenha comparecido, as providências administrativas necessárias para o enterro foram tomadas. Ximenes também mencionou que a família recebeu ameaças pelas redes sociais, advertindo contra o enterro do suspeito na região. “A família optou por não comparecer ao enterro, provavelmente devido a essas ameaças. Não houve velório, e o sepultamento foi acompanhado por uma equipe da Polícia Civil”, declarou o delegado.

O inquérito, que investiga o crime hediondo, tem um prazo de conclusão de 60 dias. No entanto, o delegado Ximenes assegurou que busca finalizar a investigação antes desse período, assim que os resultados da perícia forem disponibilizados.

Detalhes do Crime

Maria das Graças e seu neto Enzo foram brutalmente assassinados na manhã de domingo (9) no Projeto Envira, localizado na zona rural de Feijó. Deleon Carnaúba, o principal suspeito, foi posteriormente morto pela PM-AC durante uma intervenção no Rio Envira.

spot_img

Notícias relacionadas :

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO