sábado, 22 junho 2024
spot_img

Afastamento de 10cm na Quarta Ponte é anormal, afirma Defesa Civil

O coordenador da Defesa Civil de Rio Branco, tenente-coronel Cláudio Falcão, ficou sabendo pela imprensa sobre o afastamento da junta de dilatação entre dois blocos da Quarta Ponte, nesta quarta-feira, 6.

Ao saber do incidente, Falcão disse que vai procurar o Departamento de Estrada e Rodagens do Acre, DERACRE, para falar sobre a questão. “Eu não estava sabendo, mas vou procurar saber e me informar. De qualquer forma, não é normal que haja essa dilatação em ponte, não há calor pra isso”, afirmou.

Nesta tarde, o diretor-presidente do Departamento de Estradas e Rodagens do Acre – DERACRE, Sócrates Guimarães, é um corpo técnico, fez uma inspeção visual na ponte, onde marcações foram feitas para medir o comportamento da dilatação. “Não há risco de interdição nesta ponte. Houve uma acomodação natural por conta da cheia, com um aumento do tráfego, mas os apoios estão firmes, então não apresenta perigo. Estamos monitorando, a partir deste momento, com uma equipe de topografia, pelas próximas 24 horas”, disse Sócrates.

Acerca da segurança do trânsito, Guimarães disse que, dada importância da estrutura, principalmente em vista da interdição dos acessos das pontes Juscelino Kubitschek e Coronel Sebastião Dantas, pode ser feito uma emenda com chapas de ferro para tapar a brecha de que se formou. “Nós temos uma margem de segurança para afastamento das juntas, de 20 centímetros. Podemos colocar essa chapa ao longo da rachadura”, afirmou.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO