sexta-feira, 23 fevereiro 2024 - 16:11
spot_img

Opinião – Eleição da mesa diretora da Câmara sinaliza rompimento de Petecão e Bocalom? Entenda.

 

 Por Marcus Bastos

Após a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Rio Branco e a vitória do vereador Raimundo Nenêm para a presidência da casa pelos próximos dois anos, é hora da chapa derrotada se recompor e entender os próximos capítulos dessa novela que está só começando.

Foi estampado em sites de notícias e colunas políticas da cidade que o senador Petecão e o ex-deputado Ney Amorim foram os definidores da vitória de Raimundo Nenêm. Pelo lado de Petecão, amarrou o voto da sua irmã, a vereadora Lene Petecão, enquanto Ney Amorim amarrava o voto do Pastor Arnaldo Barros, filiado ao seu partido, o PODEMOS.

Com esses votos, a vitória da chapa vencedora estava garantida, mas o que pouca gente sabe, ou sabia, era que ali se iniciava o movimento que poderá representar uma ruptura futura entre o senador Petecão e o Prefeito Tião Bocalom.

Corre à boca miúda nos bastidores políticos que o afastamento de Petecão do Prefeito Bocalom é questão de tempo. Recentemente Petecão passou a integrar a base do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, através de determinação do seu partido, o PSD e de seu presidente partidário Gilberto Kassab.

Por outro lado, Bocalom, bolsonarista declarado, vai para a rede social defender a intervenção militar e os atuais movimentos pró-Bolsonaro com fechamento de rodovias, acampamentos na frente dos quartéis e tudo mais.

Diferenças à parte, Bocalom será candidato à reeleição, enquanto Petecão se reúne com Flaviano (MDB) e Jorge Viana ( PT) para discutir os cargos federais e o futuro político do município de Rio Branco, onde poderão apoiar para a Prefeitura de Rio Branco o nome do ex-prefeito Marcus Alexandre, o qual com o aval de Jorge se filiaria ao PSD ou MDB, e teria como vice uma mulher de nome ainda não definido e não revelado.

Esta mulher poderia ser a atual vice-prefeita do município de Rio Branco, Marfisa Galvão, esposa do Senador Petecão. É a informação que corre nos bastidores da política. É do conhecimento de todos, que a relação entre a vice-prefeita e Bocalom também não anda bem.

Havendo essas candidaturas no futuro, e para quem faz a boa leitura das conjunturas políticas as pedras vão se encaixando. A chapa vencedora para a Câmara Municipal de Rio Branco não simpatiza com o prefeito Bocalom, assim como, Bocalom também não simpatiza com a referida chapa, uma vez que lá estão os vereadores Jarude, Adailton e Michele Melo, críticos ferrenhos da atual administração municipal.

Para entender o futuro dessa conjuntura política somente não enxerga quem não tem olhos. Te cuida Bocalom !

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO