quarta-feira, 17 julho 2024

Bocalom anuncia aumento de quase 15% para professores da rede municipal

(Foto: Val Fernandes/Assecom)

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, anunciou na manhã desta sexta-feira (03) mais um aumento salarial para os professores municipais. A decisão tem por base o reajuste de 15% assinado pelo atual Ministro da Educação, Camilo Santana.

O prefeito se disse feliz porque o município poderá reajustar o piso do professor de maneira quase imediata, devido o trabalho de economicidade feito pela gestão com os recursos próprios, mas ao mesmo tempo se preocupa com os demais municípios, que não arrecadam o suficiente para cobrir mais essa despesa.

Tião Bocalom: “Com o salário melhor o professor se dedicará mais ao trabalho” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

Ainda de acordo com o prefeito, a Confederação dos Municípios e a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) conseguiram aprovar, ano passado, uma lei que ordena ao governo federal a determinação de recursos para cobrir despesas criadas por ele aos municípios.

Nabiha: “Nossos professores vão agradecer de coração” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

“Os municípios do interior não vão conseguir implantar isso tão rápido. Vamos ver como o governo federal vai repassar isso, porque está dentro da nova lei. Nós somos um dos poucos municípios que já está fazendo. Não tenho dúvida que aumentando bem o salário, melhora a vida do professor e ele se dedicará mais ao trabalho. Agora eles podem sonhar mais alto, realizar outros sonhos e merecem. O professor é o pilar do desenvolvimento do nosso país.”

“Isso para eles vai ser de suma importância e a palavra é gratidão ao prefeito pelo seu reconhecimento. Nossos professores vão agradecer de coração”, disse a secretária municipal de Educação, Nabiha Bestene.

Segundo o secretário municipal de Gestão Administrativa, Jonathan Santiago, o salário do professor que cumpre 25 horas:

De R$ 3.004 para R$ 3.453,27

Para quem cumpre 40h:
De R$ 4.807 para R$ 5.525,32

Jonathan: “São recursos próprios do município” (Foto: Val Fernandes/Assecom)

Para professores da modalidade de nível médio para ensino infantil, com carga horária de 40h o salário passará a ser R$ 4.420,55.

O secretário frisa que estes são valores de início de carreira, podendo o professor ao final de carreira cumprindo 40h chegar ao salário de R$ 10.500,00 com a nova determinação. O município possui cerca de 2 mil professores na rede pública.

“Importante frisar que esses recursos não são federais, são recursos próprios. O Fundeb é uma verba que está na lei, mas o município de Rio Branco por ser uma capital e com uma sede financeira favorável custeia 100% dos impostos.”

De acordo com Jonathan Santiago, o município enviará o projeto de lei para a Câmara de Vereadores para a aprovação. Sendo aprovado, estes quase 15% representarão anualmente 25 milhões e mensalmente em torno de 1 milhão e seiscentos ao orçamento municipal.

“A casa do povo aprovando a gente consegue implementar em fevereiro. Todavia, se acontecer algum atraso, a gente faz no pagamento de março o retroativo a primeiro de janeiro de 2023″, enfatizou.

spot_img

Notícias relacionadas :

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO