terça-feira, 18 junho 2024 - 7:41
spot_img

Centro de Rio Branco tem mudanças no trânsito durante o Carnaval 2024; confira

Nesta sexta-feira (9), começa a folia de Carnaval 2024 e durante esse período, algumas ruas serão interditadas e outras mudarão de sentido. A Superintendência Municipal de Trânsito de Rio Branco (RBTrans) terá agentes orientando a população em todos os trechos interditados.

De acordo com o superintendente da RBTrans, Benicio Dias, a circulação na região deve ficar da seguinte forma: durante a extensão da Avenida Getúlio Vargas, começando no cruzamento com a Avenida Ceará até cruzamento da Av. Brasil, estará interditada. A rua Ruy Barbosa, do cruzamento com a Rua Franco Ribeiro até estacionamento da Polícia Militar, também estará interditada.

Já a rua Franco Ribeiro, que passa atrás da Biblioteca Pública Adonay Barbosa dos Santos, saindo da Avenida Brasil, estará com o sentido invertido.

Outro local onde o sentido será invertido é no trecho da Avenida Brasil até à Avenida Getúlio Vargas.

A Gameleira terá a interdição convencional. A rua Eduardo Asmar, fica interditada da bandeira até a rua 24 de janeiro. Também haverá fechamento na esquina da Rua 24 de janeiro no cruzamento da loja Agropastoril.

Algumas ruas estarão com acesso livre, no centro da cidade. São elas:

  • Rua Floriano Peixoto;
  • Avenida Epaminondas Jácome;
  • Avenida Brasil, até cruzamento com a Avenida Getúlio Vargas.

Ponte Metálica

A Ponte Metálica, localizada no Centro de Rio Branco, que está fechada há mais de 6 meses, será liberada para pedestres a partir do meio dia desta sexta-feira (9), e ficará aberta até o final da folia.

Ela está interditada desde julho de 2023 devido a problemas estruturais. Segundo o Deracre, 85% das obras de reparos nas juntas de dilatação e substituição de amortecimento do tabuleiro da ponte já foram executadas. A previsão é de que libere para veículos ainda no final de fevereiro.

A ponte foi interditada no dia 22 de julho, após equipes do Departamento de Estradas de Rodagens do Acre (Deracre) identificarem corrosão e desgaste em alguns pontos da estrutura durante avaliação.

Segundo o governo do Estado, o Deracre apresentou um laudo técnico orientando sobre a necessidade de revitalização da estrutura, que foi construída há mais de 50 anos, e a suspensão de passagem de veículos e pedestres.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO