segunda-feira, 15 abril 2024 - 15:07
spot_img

Com aumento nos focos de incêndio, Corpo de Bombeiros reforça em mais de 80% efetivo no Acre

Com aumento nos focos de incêndio, Corpo de Bombeiros reforça em mais de 80% efetivo no Acre — Foto: Alexandre Cruz-Noronha/Sema

Com aumento nos focos de incêndio, Corpo de Bombeiros reforça em mais de 80% efetivo no Acre — Foto: Alexandre Cruz-Noronha/Sem

Com o aumento nos focos de incêndio nos primeiros dias de outubro, o Corpo de Bombeiros Militar do Acre reforçou em mais de 80% o efetivo para atuar diariamente no combate e prevenção às queimadas florestais no estado.

A corporação conta diariamente com 69 militares que atuam em nove unidades operacionais nos municípios de Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Epitaciolândia, Sena Madureira, Tarauacá, Xapuri e Feijó. Essas unidades atendem a todos os municípios do estado.

Agora, as equipes receberam um reforço de mais 57 militares do Acre mobilizados pela Força Nacional, totalizando 126, diariamente, e 30 viaturas empregadas.

Conforme a corporação, esses militares participaram da 15ª instrução de nivelamento de conhecimento florestal, nos dias 25 a 29 de setembro, no Centro Integrado de Ensino e Pesquisa em Segurança Pública (Cieps). O curso, de 55 horas-aula, os combatentes foram treinados para atendimento pré-hospitalar, combate a incêndios florestais, sobrevivência em ambientes de selva e outras áreas afins.

Queimadas no Acre

Nos 12 primeiros dias de outubro, o Acre registrou 1.066 focos de queimadas, segundo dados do Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O número é 27,5% maior que o registrado no mesmo período no ano passado, quando foram contabilizados 836 focos.

O programa utiliza dados de queimadas captados diariamente pelo satélite de referência Aqua para fazer os levantamentos.

Em todo o mês de setembro deste ano foram contabilizados 3.075 focos no estado, sendo que em agosto tinham sido 1.388 focos de queimadas.

Apesar da alta em relação aos primeiros dias de outubro na comparação com 2022, o número de focos de incêndio entre janeiro e outubro deste ano reduziu em 83,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

Este ano, foram registrados 5.789 focos de queimadas entre janeiro e outubro e no ano passado tinham sido 10.617.

G1 AC

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO