sábado, 2 março 2024 - 2:43
spot_img

Com emendas de Petecão no valor de R$ 2,5 milhões, UFAC inaugura ensino superior em Plácido de Castro e Acrelândia

A Universidade Federal do Acre realizou nesta segunda-feira (27) a aula inaugural do curso de engenharia agronômica, oferecido pela instituição nos municípios de Plácido de Castro e Acrelândia. A solenidade de abertura do curso reuniu professores, alunos, diretores da instituição e diversas autoridades.

O curso faz parte do programa de interiorização da UFAC, e foi implantado na região graças às emendas do senador Sérgio Petecão para a UFAC, no valor de R$ 500 mil anuais, totalizado R$ 2,5 milhões.

“Essa é um momento histórico porque aqui se abre um novo horizonte para muitos jovens que até então não tinham acesso ao ensino superior. Eu acredito muito na educação e são ações como essa que realmente possibilitam o desenvolvimento do Acre, porque é um curso que tem tudo a ver com a vocação econômica dessa região, estou muito feliz e com a sensação do dever cumprido” afirma Petecão.

Inicialmente serão oferecidas 50 vagas no curso, sendo 30 para alunos de Plácido de Castro e 20 para alunos de Acrelândia. As aulas serão ministradas em locais cedidos pelas prefeituras de ambos os municípios, que também oferecem apoio logístico para o transporte dos alunos.

O curso contará com um quadro de professores mestres e doutores, e utilizará também as estruturas de laboratório e equipamentos de tecnologia do campus da UFAC de Rio Branco, como atividades de extensão.

“Essa conquista é motivo de muita alegria e de muita gratidão a todos que acreditam na educação. Para mim é uma grande  honra poder ver esses jovens iniciando um curso que vai contribuir muito para a vocação desses municípios, que é a produção” explica a reitora da UFAC, Guida Aquino.

O prefeito de Acrelândia, Olavo Resende, destacou o impacto social positivo da chegada do curso na região  afirmando que “a região ganha muito com esse curso, porque vai formar mão de obra especializada naquilo que a gente mais precisa, que é a atividade rural. Nós só temos a agradecer a todos que contribuíram para essa grande conquista.”

Entre os estudantes que vão cursar a graduação estão filhos de agricultores e jovens que moram na zona rural. “Estou muito grata por esta oportunidade única, se não fosse a universidade pública e gratuita eu jamais teria a chance de fazer uma faculdade”, afirma a estudante Terezinha Sales, que mora na zona rural de Plácido de Castro e foi contemplada com uma das vagas.

O processo de seleção dos alunos para o 1o curso da engenharia agronômica oferecido fora da sede da UFAC envolveu diversas etapas, incluindo as provas do vestibular. Cerca de 300 estudante se inscreveram para as 50 vagas.

 

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO