sexta-feira, 23 fevereiro 2024 - 15:29
spot_img

Confusão em distribuidora deixa um morto e outro ferido em Cruzeiro do Sul

Confusão em distribuidora deixa um morto e outro ferido em Cruzeiro do Sul — Foto: Arquivo pessoal

Uma confusão em uma distribuidora no bairro Cruzeirão, em Cruzeiro do Sul, interior do Acre, resultou na morte de Francisco Alves de Souza Vieira, de 32 anos, no final da tarde desse domingo (24). Outros dois homens ficaram feridos a golpes de faca e foram levados ao hospital da cidade. O suspeito Maicon de Souza Silva, de 24 anos, foi preso em flagrante.

Testemunhas relataram à polícia que as vítimas estavam na distribuidora quando o autor do crime entrou no local já em posse da faca e, descontrolado, desferiu os golpes contra os homens.

O comandante da Polícia Militar na cidade, tenente-coronel Edvan Rogério, informou que ainda não se sabe o que motivou o crime. Segundo ele, o suspeito foi contido por populares, que tiraram a arma da mão dele. Ele também foi agredido após o crime e ficou ferido.

“Infelizmente, não se sabe as circunstâncias exatas que motivaram esse homicídio, mas um cidadão totalmente descontrolado veio a ferir duas pessoas com arma branca, uma faca. Uma pessoa veio a óbito no local. Ele foi contido por populares, foi agredido e também atendido no Samu. Está preso nesse momento para responder por esses crimes. Segundo relato das testemunhas, ele chegou no local e, bastante agressivo, começou a desferir golpes de faca nessas pessoas”, disse o comandante.

Uma parente da vítima, Maria da Conceição disse chegou a informação de que o autor teria problemas mentais, no entanto, ela questiona. Segundo ela, os dois não se conheciam e a família não sabe o que motivou o crime.

“Eu pergunto para vocês: como que esse homem tem problema mental se ele é habilitado? Só sei que ele tirou a vida de uma pessoa, acabou com a vida da família. Eles nunca tiveram nenhum problema de briga, a histórica que contaram é que ele [vítima] estava sentado e o outro chegou agredindo, já foi furando. Quando cheguei no local, ele já estava morrendo. Eu sou cunhada dele e é mesmo que um filho meu, quero justiça, tanto eu quanto a mãe dele. Toda a família quer justiça. Peço pelo amor de Deus, que a polícia não solte esse criminoso”, afirmou Maria.

O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade e o homem ferido que foi ferido com várias facadas nas costas foi para o Hospital do Juruá.

G1 AC

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO