domingo, 14 abril 2024 - 5:15
spot_img

Construção do elevado na Dias Martins irá aliviar congestionamento na região

Em meio ao intenso fluxo de veículos e congestionamentos constantes, uma nova obra surge como uma esperança para os motoristas da capital. Trata-se da construção do elevado na Estrada Dias Martins, uma iniciativa da Prefeitura de Rio Branco que promete desafogar o trânsito na região e melhorar a mobilidade urbana.

O prefeito Tião Bocalom deu o pontapé inicial para o início da obra. Ele informou que até junho será entregue a obra que será o primeiro passo pra modernidade da capital.

“Uma cidade moderna, inteligente, como estamos inscritos hoje, junto com Recife, Florianópolis, Curitiba e outras cidades do mundo. Ela precisa se modernizar com viaduto para poder facilitar a mobilidade e também ter arranhar céus. Por isso autorizei a mexer no plano diretor, sair de 17 andares pra 40 andares de prédios aqui na nossa cidade. É isso que o povo de Rio Branco merece e é o que nós queremos fazer. O investimento é de mais 15 de milhões de reais com recurso próprio, é dinheiro da prefeitura, não é dinheiro do governo federal.”

A obra do elevado é considerada uma das maiores intervenções viárias já realizadas em Rio Branco.

“É uma obra importante para nossa capital, feita com recursos próprios, de 188 metros de extensão e estará gerando no mínimo uns 120 empregos diretos, através da empresa. A capital Rio Branco passa a ter a sua visibilidade no que concerne a obras estruturantes”. destacou o secretário Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Cid Ferreira.

O elevado será construído em uma das áreas mais congestionadas da cidade, conhecida pelos constantes engarrafamentos. Além de melhorar a mobilidade urbana, a obra irá impulsionar o desenvolvimento econômico da região, facilitando o acesso a comércios e empresas locais.

“Vai valorizar a região, sobretudo dar uma condição melhor para o trânsito. Precisávamos ter uma intervenção aqui, como estamos tendo agora. A gente sabe que vai criar um pouquinho de transtorno, mas isso é normal, o importante vai ser o resultado que a gente vai ter após essa obra aqui”, disse o empresário Adem Araújo.

O prazo de conclusão da obra é de 6 a 8 meses, até lá, a RBTrans construiu rotas alternativas para evitar exatamente aquele transtorno alí no trânsito, as vias paralelas já estão liberadas para os condutores.

“As rotas alternativas estão prontas que é por dentro da Rua Rio de Janeiro, pelo Conjunto Esperança. À esquerda está pela Rua Amazonas, já está funcionando há quatro meses. O problema é que as pessoas continuam vindo em grande quantidade para essa região. E nesse momento de grande congestionamento, nós vamos ter que tomar a decisão de fazer essas duas aberturas para tentar auxiliar a obra aqui enquanto fazem o asfalto da pista direita”, explicou o superintendente da RBTrans, Benício Dias.

“Depois dos transtornos vai ser uma tranquilidade para todo mundo, quem perdia tempo na rotatória vai ganhar e aproveitar para outras coisas . Isso tem um valor que muitas vezes as pessoas não mensuram”, concluiu o prefeito.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO