sexta-feira, 24 maio 2024 - 17:10
spot_img

Em chapa de consenso, Raimundo Neném pode ser aclamado presidente da Câmara Municipal de Rio Branco

O vereador Raimundo Nenem (PSB) é o mais cotado até o momento para ocupar o cargo de presidente da Câmara Municipal de Rio Branco no biênio 2023-2024. Dos 14 vereadores que integram o Poder Legislativo na capital, pelo menos 10  já deram o aval, através de seus partidos, para a formação de uma chapa de consenso que seja eleita por aclamação, evitando que a disputa seja levada ao plenário da casa.

Além de Raimundo Neném na presidência, os demais nomes a ocupar a mesa diretora seriam Hildegard Pascoal (PSL) como vice presidente; Fábio Araújo (PDT) como 1º secretário; Samir Bestene (Progressistas) como 2º Secretário. “ Acredito na renovação para dar um novo impulso ao Poder Legislativo municipal. Estou preparado e com o apoio de todos os colegas tenho certeza que vamos dar uma grande contribuição ao desenvolvimento de Rio Branco”, declara  Raimundo Neném.

Os atuais integrantes da mesa diretora da Câmara Municipal, incluindo o presidente N. lima (Progressistas) não podem concorrer à reeleição, já que o regimento interno proíbe mandatos consecutivos para membros da mesa, o que abre ainda mais espaço para a renovação defendida por Raimundo Neném. Se houver consenso na escolha dos nomes, como tudo indica, a definição da nova presidência da casa ocorrerá ainda antes do recesso parlamentar do fim do ano.

Entre as prioridades da sua eventual gestão estão a continuidade da construção da nova sede do Poder Legislativo municipal; o enxugamento de gastos, e o combate ao desperdício. Como pauta política ele quer uma aproximação ainda maior do Poder Legislativo com a população na busca de soluções para o desenvolvimento da capital. “ Vamos pautar aquilo que for prioridade para o povo”, assegura.

Mesmo que as tratativas feitas até agora já garantam aprovação da chapa, o vereador ainda quer trazer para seu bloco os colegas que ainda não fecharam questão. Ele está conversando com o Podemos e com o PSD, para somar mais dois votos, aproximando-se da unanimidade. “Eu acredito no diálogo, e tenho certeza que vamos conseguir unir toda a bancada em torno desse nomes que estamos propondo” garante.

Sobre a possível interferência do Poder Executivo na montagem da chapa para a mesa diretora da Câmara, ele descarta qualquer ingerência por parte da prefeitura. “ Praticamente todos os vereadores agora serão da base do prefeito, com a saída daqueles que faziam oposição e se elegeram deputados. Por isso não há qualquer interesse do executivo em interferir”, declara.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO