quarta-feira, 17 julho 2024

Exposição “O Tempo” fica em cartaz até janeiro no Palácio da Justiça

A exposição, que tem o apoio do Governo do Estado e Fundação de Cultura Elias Mansour, leva o público de volta ao passado ao avistar peças que remetem lembranças da infância. Os valores das obras, criadas com pintura óleo e colagem de tecido, variam entre R$ 1.200 e R$ 3 mil.

De acordo com a artista, Beth Lins, as obras mostram lembranças onde pode ressignificar momentos da vida dela. Suas peças possibilitam de o visitante analisar cuidadosamente os minimalismos impregnados em cada obra.

Mandalas são as principais figuras retratadas na exposição. A incorporação da mandala na decoração de interiores amplia a funcionalidade da arte zen e ressignifica seus conceitos ao considerar a beleza e a estética para promover no ambiente os benefícios energéticos de suas vibrações positivas.

“O projeto da exposição iniciou entre 2017 e 2018. Algumas peças remetem a infância pelo fato dos objetos usados. Convido a todos a visitarem e agradeço a Presidência do TJAC em ceder o espaço para essa exposição”, disse.

Assessoria de Comunicação

spot_img

Notícias relacionadas :

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO