domingo, 14 abril 2024 - 6:55
spot_img

Governo do Acre inicia força-tarefa contra desmatamento e queimadas

Coibir os ilícitos ambientais, integrar os órgãos de comando e controle e atuar de forma unificada estão entre as estratégias do governo do Acre, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas (Semapi) e dos demais órgãos que fazem parte da agenda ambiental.

Força-tarefa foi lançada e tem a participação de vários órgãos. Foto: Alexandre Cruz-Noronha.

A Força-Tarefa pela Proteção Ambiental foi lançada nesta sexta-feira, 28, para reforçar as ações integradas em todo o estado do Acre. Na oportunidade, foi apresentado o Plano Estadual de Comando e Controle que elenca as estratégias de enfrentamento ao desmatamento e queimadas.

Dentre os objetivos da força-tarefa estão:  reduzir o desmatamento e as queimadas ilegais no Acre; monitorar continuamente a cobertura florestal, por meio de ações imediatas dos órgãos de fiscalização; intensificar as ações de fiscalização, áreas embargadas, autos de infrações lavrados; além de identificar e responsabilizar os autores responsáveis, realizar apreensões e outros.

Criada a partir do desdobramento do decreto de emergência ambiental, válido entre os meses de julho e dezembro, a ação visa intensificar, por meio de um sistema integrado de governança, as ações de prevenção e combate aos ilícitos ambientais.

Vice-governadora Mailza falou sobre a importância da operação. Foto: Alexandre Cruz-Noronha.

A vice-governadora Mailza falou da importância da operação e da integração entre os órgãos e instituições governamentais.

“Essa é uma causa necessária. Precisamos reprimir e combater as queimadas e o desmatamento, bem como atuar na educação e prevenção. Se agirmos com rigor, teremos resultados ainda melhores. Essa iniciativa da secretária Julie junto às demais instituições representadas foi um pedido do governador Gladson Cameli, que tem muita preocupação com a pauta ambiental”, afirmou.

Secretária do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas, Julie Messias, disse que a força-tarefa vai trabalhar de forma unificada para coibir os ilícitos ambientais. Foto: Alexandre Cruz-Noronha.

A secretária do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas, Julie Messias, disse que a força-tarefa visa a integração das instituições do governo em prol da integridade ambiental e reforçou:

“Sabemos que esse é um período crítico de seca, e a nossa atuação para coibir o desmatamento, queimadas e demais ilícitos precisa ser integrada. Por isso, estamos junto às instituições de segurança, meio ambiente e secretarias com a visão de que a agenda de meio ambiente é transversal. Atuar em união foi um pedido do nosso governador. Estamos promovendo a educação e regularização ambiental, demonstrando que é possível conciliar produção e preservação. Nesse momento, vamos entrar mais forte com as ações de comando e controle com essa força integrada.”

Após o lançamento da força-tarefa, representantes do governo se reuniram na Sala de Situação. Foto: Alexandre Cruz-Noronha.

O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Charles Silva, disse que força-tarefa é o início de um enfrentamento onde vários órgãos atuam juntos.

“A Semapi e todas as agências ambientais fiscalizadoras e orientadoras vão a campo, tanto na parte de prevenção e educação como também de repressão. Queremos coibir, tentar mitigar, minimizar os efeitos que causam as grandes queimadas, desmatamentos nas áreas que são passivas e que têm, infelizmente, ação do homem”.

Ação integrada conta com a participação de diversos órgãos de governo e ligados à agenda ambiental. Foto: Alexandre Cruz-Noronha.

Estão envolvidos ativamente na ação de enfrentamento o Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Acre (CBM/AC), o Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA), o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e a Unidade de Coordenação do Projeto REM Acre.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO