domingo, 14 abril 2024 - 5:25
spot_img

JUNTOS E MISTURADOS ?

Coluna Política
O Jogo do Poder

Por Marcus Bastos
@marcusbastos_ac

 

A SEMANA

Em período de Expoacre, não poderíamos deixar de falar da feira agropecuária. O governo liberou metade do décimo terceiro para impulsionar as vendas dos produtores e expositores do evento, mas o que estamos vendo é que o Acre atravessa uma das maiores crises financeiras da sua história. É inegável a repercussão negativa dessa crise.

 

CRISE

A maioria dos comerciantes de bares e restaurantes reclama que não está conseguindo vender o suficiente para pagar as despesas. Produtores de shows cancelaram eventos por motivos diversos, o principal, a não venda suficiente de ingressos para pagar os gastos. E o governo, para não deixar a feira numa saia justa, resolveu assumir o show da quarta-feira.

 

TRANSPARÊNCIA

A Coluna não acredita que o governo com todo o seu corpo jurídico de procuradores e assessores tenha caído no vacilo de fazer algo ilícito. Mas a transparência no ato é algo indispensável, pois trata-se do uso do dinheiro público. Ficaria melhor alguém do governo esclarecer os procedimentos do que ser convocado pelo MP para dar explicações.

 

EXONERADO

A Prefeitura de Rio Branco exonerou o comissionado de nome Weverton Santos, mais conhecido como “Silvio Santos”. Havia um áudio do mesmo circulando nos grupos de Whatsapp fazendo chacota com o moto-Uber que perdeu a perna em um acidente de trânsito essa semana.

 

DOIS PESOS

O ato do “Silvio Santos” foi totalmente reprovável. Os moto-Uber de Rio Branco chegaram até a combinar um buzinaço para protestar contra os comentários do Silvio em relação ao colega acidentado. Mas esqueceram de protestar contra o causador do acidente, segundo se comenta, porque pertence a uma família influente.

 

METENDO A COLHER

Como a política está em baixa, até as colunas estão falando dos relacionamentos conjugais de pessoas da política que se separaram e agora estão seguindo suas vidas. São pessoas públicas, mas a vida pessoal destes é privada. Se estão solteiros têm todo o direito de se relacionar com quem quiser.

 

MATURIDADE

Nem o governador Gladson Cameli escapou das perguntas indiscretas de agentes da imprensa. Está solteiro e pode se relacionar com quem bem quiser. A vida sentimental íntima de alguém deve ser algo intocável. Mas ao seu estilo, Gladson fez graça e surpreendeu à todos com a resposta, mostrando um elevado grau de maturidade.

 

OBRAS

O Governo do Estado anunciou que ainda no mês de agosto iniciará as obras do viaduto da avenida Ceará e da orla e calçadão do Quinze. Esse governo não é afeito a grandes obras. Mas terá que fazê-las. Há clamor e necessidade.

 

EXPLORAÇÃO

Ponto para o deputado estadual Pedro Longo (PDT) ao usar a tribuna e chamar a atenção dos órgãos responsáveis pela fiscalização e assistência aos que usam crianças para fazê-las de pedintes nos semáforos de Rio Branco.

 

INVISÍVEIS

A Coluna vem alertando sobre os moradores de rua que prejudicam comerciantes e transeuntes no centro da cidade. Os problemas vão de importunação por mendicância à pequenos furtos. Isso têm afastado os clientes, é a reclamação dos comerciantes. Ninguém faz nada.

 

ALELUIA

A disputa eleitoral municipal de 2024 nem começou e a disputa para o governo em 2026 já está bastante acirrada. Esse acirramento ocorre também dentro do meio evangélico, entre os grupos da vice governadora Mailza Assis e do senador Alan Rick.

 

INEVITÁVEL

Durante o show gospel na Expoacre, aliados de Mailza expulsaram de cima do palco ninguém menos que o suplente do senador de Alan Rick, Gemil Júnior, um dos nomes de sua máxima confiança. A Coluna já havia identificado esse front de batalha, e que mais cedo ou mais tarde esse confronto seria inevitável.

 

NOCAUTE

Recentemente, um vídeo onde o senador Alan Rick aparece bastante irritado e pronunciando palavrões contra um funcionário de uma companhia aérea no aeroporto de Brasília, foi bastante divulgado com o propósito de atingir a sua reputação. E não pegou nada bem para um parlamentar federal e religioso confesso.

 

GUERRA FRIA

Quem conhece bem esse jogo informou à Coluna que essa batalha vai se acirrar ainda mais nos próximos dias. Até o presente momento, nem Mailza e nem Alan Rick se pronunciaram sobre essa guerra velada. E cremos que nem irão se pronunciar. Como na guerra fria na década de 80 entre Rússia e EUA, o mais fraco sucumbiu.

 

JUNTOS E MISTURADOS ?

Leitor liga para a Coluna para dizer que o secretário Alysson Bestene (SEGOV) daria um bom vice do ex prefeito Marcus Alexandre, e pergunta se existe alguma possibilidade de ambos se juntarem para as próximas eleições. Com a palavra, Marcus Alexandre e Alysson Bestene.

 

GANHANDO CORPO

Coincidência ou não, a Coluna têm escutado bastante junto à opinião pública essa idéia nas rodas de conversas políticas. A de que Marcus Alexandre e Alysson Bestene deveriam se juntar para disputar as eleições municipais. O argumento é que dessa forma conseguiriam unificar os poderes municipal e estadual para “trabalhar pelo bem de Rio Branco”.

 

FUMAÇA

Se existe alguma articulação nesse sentido, a Coluna não tem conhecimento. Nada escutou de nenhum dos dois lados à respeito. Mas se o povo comenta, algo estar por acontecer ou já está acontecendo. São dois excelentes nomes da política acreana. A Coluna não se surpreenderia com essa unificação.

 

TEMPO

Especulações à parte, para isso ocorrer, ambos dependem de uma mega articulação envolvendo uma colossal engenharia política, que requer o manuseio a muitas mãos. São muitos interesses em jogo, os quais estão muito além da vontade popular. Os próximos dias dirão se isso tem procedência ou não.

 

RISCO

Leitor manda mensagem reclamando do descaso do governo para com a situação da ponte metálica JK. A ponte foi interditada e até agora não foi iniciada nenhuma recuperação. Se interditou é porque o problema existe. Então não dá para ficar esperando sei lá o quê!

 

IR E VIR

Se o governo e os órgãos responsáveis, Deracre e Seinfra, nada irão fazer para recuperar a ponte, poderiam ao menos, se é que é possível, liberar para pedestres, ciclistas, motocicletas e até mesmo carros de pequeno porte.

 

PREJUÍZO

O arranjo que fizeram utilizando a ponte Sebastião Dantas, está um caos. Virou um pesadelo transitar de carro no centro de Rio Branco e atravessar para o Segundo Distrito. Não dá para ficar enrolando na recuperação da Ponte JK. Comerciantes que dependem do fluxo de clientes pela ponte estão amargando um enorme prejuízo.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO