quarta-feira, 17 julho 2024

Ministério garante ao governador que ordem de serviço para obras na BR-364 será assinada terça

O governador Gladson Cameli participará na próxima terça-feira, 30, de uma videoconferência com o ministro interino dos Transportes, George Santoro, para assinatura das obras de recuperação da BR-364, no trecho entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul.

A garantia foi dada ao governador Gladson Cameli e ao secretário da Fazenda, Amarísio Freitas, por Santoro, na manhã desta sexta-feira, 26. Outra boa notícia recebida refere-se às obras de reconstrução do trecho, que devem ser iniciadas em 2024. A licitação da reconstrução deve ser realizada no inverno deste ano, para que as obras sejam iniciadas já nos primeiros dias do verão de 2024.

“A garantia de trafegabilidade e obras de qualidade na BR-364 para mim é causa de vida. Infelizmente a estrada passou por muitos problemas nos últimos anos, mas nunca deixei de lutar para que o governo federal retomasse as obras, e hoje recebi a boa notícia do ministro interino Santoro, da assinatura das obras emergenciais de manutenção dos trechos mais críticos já neste verão”, destaca o governador.

Cameli lembrou que a reconstrução da BR-364 foi sua primeira reivindicação ao presidente Lula, antes mesmo de sua posse. Lula se comprometeu em ajudar e agora o Ministério dos Transportes, ao assinar a ordem de serviço para as obras, garante o cumprimento da promessa.

“Sou grato ao presidente Lula. Sempre digo que governo independente das cores partidárias e que vou aonde for preciso para garantir o funcionamento da máquina pública e da infraestrutura necessária para o bom andamento da gestão. O presidente Lula e o ministro Renan Filho ouviram nossa reivindicação e as obras agora são realidade”, disse Cameli, que também fez questão de agradecer todo o apoio recebido da bancada federal do Acre na luta pelos recursos para a obra.

Sobre os problemas enfrentados, principalmente nos últimos dois anos, Cameli destaca que, infelizmente, a estrada foi totalmente abandonada, com a maioria dos trechos descobertos por contratos e está há mais de um ano sem qualquer investimento na manutenção, o que gerou uma degradação acentuada na via.

Nos últimos cinco meses, o governo federal, via Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), já conseguiu cobrir toda a extensão da rodovia no Acre com contratos e as duas ordens de serviços para os últimos lotes já estão prontas para a assinatura, na próxima terça-feira.

“Agora, é abrir a janela de sol no Acre, em meados de junho, e entrar com força total nos serviços. Vivemos na Amazônia. No Acre, não temos pedras e isso deixa a construção não só mais cara, mas também mais difícil, o que exige uma manutenção permanente. Infelizmente a manutenção não foi feita como deveria nos últimos anos, e isso prejudicou demais o tráfego para Cruzeiro do Sul. Mas, graças a Deus, vencemos a batalha mais difícil, que foi a liberação de recursos e licitação das obras pelo governo federal, e este verão será de muitas obras em todo o trecho”, disse Cameli.

spot_img

Notícias relacionadas :

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO