sábado, 20 abril 2024 - 20:31
spot_img

Pix completa três anos com mais de R$ 29 trilhões movimentados, aponta Banco Central

Cada vez mais comum na vida dos brasileiros, o Pix, sistema de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central, faz 3 anos nesta quinta-feira (16) com mais de 155,8 milhões de usuários cadastrados e R$ 29,7 trilhões movimentado.

Desde 16 de novembro de 2020 até 31 de outubro de 2023, foram realizadas 66,5 bilhões de transações Pix, segundo o BC.

Este sistema permite transferências bancárias gratuitas e, atualmente, qualquer serviço ou produto no Brasil pode ser pago via Pix, amplamente aceito no comércio.

No dia 6 de setembro houve um recorde de transações pelo Pix em um único dia, com 152,7 milhões de transferências registradas. O volume financeiro transferido foi de R$ 76,1 milhões.

O recorde anterior, registrado em 4 de agosto, era de 142,4 milhões de transações.

Em agosto, foi listado um novo recorde de novas chaves Pix castradas para pessoas físicas, com 619 milhões. Para pessoas jurídicas, o BC registrou 650 milhões de cadastros.

A maior transação por Pix feita no Brasil, segundo o BC, aconteceu em dezembro de 2022, quando foi movimentado R$ 1,2 bilhão.

A modalidade Pix Saque e Pix Troco também atingiram novos patamares. De acordo com os dados do BC, em agosto foram registradas 919 mil transações correspondentes a R$ 177,1 milhões.

Os formatos, implementados em 29 de novembro de 2021, permitem que todos os clientes consigam sacar dinheiro ou receber os valores em espécie de um ponto de venda qualquer, como uma loja de bairro, uma padaria ou um supermercado.

Pix automático

O Banco Central divulgou no início de outubro, que o Pix Automático será lançado oficialmente em outubro de 2024. A modalidade permite ao usuário agendar pagamentos recorrentes, como faturas de água, luz e telefone, assinaturas de streamings, mensalidades escolares e parcelamentos financeiros.

Para fazer a utilização do serviço, o cidadão dará uma autorização prévia, de forma que os pagamentos serão debitados automaticamente, sem a necessidade de autenticações específicas a cada transação.

Melhorias em segurança

Em outubro, no Fórum Pix, participantes debateram a criação de um canal para denúncias em casos de fraude para as instituições financeiras que operam o sistema.

Em nota, o BC afirma estar elaborando a proposta da experiência do usuário, que será submetida ainda neste ano para consulta dos integrantes do Fórum Pix. A proposta é que em um primeiro momento seja uma recomendação, podendo no futuro se tornar obrigatório.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO