sábado, 20 abril 2024 - 20:49
spot_img

Policial penal do Acre coopera em instrução técnica no Peru

A convite do governo da Paraíba e da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) daquele estado, o policial penal do Grupo Penitenciário de Operações Especiais do Acre (Gpoe), Raimundo Cunha, participou como instrutor, na primeira quinzena de novembro, do primeiro Curso Internacional de Operações Prisionais do Instituto Nacional Penitenciário (Inpe) do Peru, na cidade de Huancayo.

Turma de policiais penais na cidade de Huancayo, no Peru, reunidos para instrução. Foto: cedida

Além do policial do Acre, participaram das instruções mais 18 instrutores dos Estados da Paraíba, Distrito Federal, Goiás, Paraná, Rio do Grande do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo. Todos sob coordenação do policial penal do Estado da Paraíba, Lucas Leal. Os instrutores são capacitados nas áreas de escolta e intervenção prisional.

O objetivo da integração foi treinar os policiais penais que fazem parte do Sistema Penitenciário do Peru, sobre procedimentos seguros nas ações dentro e fora das unidades prisionais. Ao todo, 92 policiais penais foram capacitados.

Alexandre Nascimento, presidente do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen), disse que vê a parceria com muita importância, em especial por ser no Peru, país fronteira, o que reflete, diretamente, na segurança do Acre. “A ida do nosso policial para lá mostra a grandeza que nossa Polícia Penal tem, e o quanto estamos em condições de capacitar e compartilhar ações”, destaca.

Policial Penal do Gpoe, Raimundo Cunha, em Huancayo no Peru, durante instrução de curso. Foto: cedida

Segundo o instrutor Raimundo Cunha, conhecer o sistema penitenciário do Peru foi uma experiência muito importante: “A gente levou a nossa realidade, como os grupos especializados trabalham no Brasil”.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO